Relato de viagem: Como é viajar de avião no Brasil durante a pandemia do coronavirus 

2
Viajar de aviao na pandemia Brasil
Aeroportos no Brasil durante a pandemia do coronavírus. Foto: Diego Paiva

Passados alguns meses da quarentena, parece que cada vez mais pessoas estão voltando a viajar de avião no Brasil, mesmo com a pandemia do coronavírus não ter sido ainda estabilizada (ou reduzida) na maior do nosso país.

A retomada das viagens de avião pode se dar por muitos motivos, como por viagens a trabalho, para ver a família e até mesmo férias, agora no mês de julho.

O Diego Paiva, do blog Nós no Mundo, trabalha com aviação e teve que fazer algumas viagens a trabalho e por conta da família nesses últimos tempos. Foram cerca de 8 voos passando pelos aeroportos de Brasília, Galeão, Santos Dumont, Congonhas e Guarulhos, sendo o primeiro voo com a pandemia oficializada no Brasil no dia 28 de maio e o mais recente no dia 07 de julho.

distanciamento social aeroporto Brasil
Novas medidas nos aeroportos e viagens de avião no Brasil. Foto: Diego Paiva

Em todas as viagens que o Diego fez, ele teve a oportunidade de ver como está sendo essa nova forma de viajar de avião no Brasil e por isso, pedimos para ele nos contar aqui como está sendo a experiência de viajar nesse período, caso você precise viajar nesse momento como ele.

Desde mudanças no check-in, desembarque, serviço de bordo, pedimos para o Diego Paiva nos contar como está sendo viajar de avião agora no Brasil com todos os detalhes. Confira abaixo o relato e informações dele.

Viajar de avião na pandemia: veja como está sendo voar no Brasil nesse momento

1-) Novos procedimentos no check-in

check in aeroporto
Check-in com atendimento remoto pela Latam. Foto: Diego Paiva

No check-in, existe claramente uma preocupação com o distanciamento social e foram implementadas algumas medidas de segurança adicionais, como dispensers de álcool gel espalhados por toda a parte.

O uso das máscaras é obrigatório em todos os aeroportos e os agentes estão orientados a não atenderem qualquer passageiro que esteja sem. Até mesmo se o passageiro estiver de máscara, mas sem usá-la corretamente, também terá o seu atendimento negado.

Praticamente também todos os aeroportos passaram a contar com escudos de acrílico nos balcões e os atendentes não tocam mais nos itens dos passageiros, a não ser que seja extremamente necessário.

Então é importante você estar com o localizador e documentos em mãos para apresentar no check-in. Sim, você fica segurando o documento para que o agente possa conferir os seus dados, ao invés de entregar a ele.

Ainda sobre os aeroportos, alguns deles colocaram monitores de temperatura, que inclusive checam se o passageiro está utilizando máscara ou não, emitindo um alerta para o segurança que está na entrada.

check in aeroporto pandemia
Barreiras de acrílico separando funcionários de passageiros no check-in. Foto: Diego Paiva

Apesar de ter feito todos os voos com a GOL, observei os procedimentos de outras companhias aéreas e achei bem interessante a solução da Latam para o check-in dos passageiros preferenciais, que em sua maioria são grupo de risco. Eles fazem todo o procedimento por vídeo, com um funcionário dentro de uma sala e uma câmera filmando o passageiro, que interage por meio de um monitor que fica no balcão, sem tocar em nada. Outros agentes ficam próximos apenas para auxiliar caso necessário.

Outra coisa importante: todas as companhias estão fazendo campanhas massivas para incentivar ao máximo o check-in online para evitar o contato entre passageiros e funcionários, deixando os balcões preferencialmente para quem tem bagagem para despachar.

Veja também: Novas regras para remarcação e cancelamento de passagem devido ao Coronavírus

2-) Mudanças no embarque

Embarque aeroporto - Novas medidas
Novas medidas no embarque doméstico. Foto: Diego Paiva

Da mesma forma como ocorre no check-in, não há mais contato do funcionário para pegar no seu cartão de embarque e documentos. Você deve apresentá-los e eles são conferidos com distância.

Fica também um funcionário dentro do portão de embarque oferecendo a todos os passageiros álcool gel.

distanciamento social aeroporto
Distanciamento social na hora do embarque. Foto: Diego Paiva

O embarque está ocorrendo por etapas: então primeiro são chamados idosos e preferenciais, depois seguem as categorias de acordo com cada companhia aérea.

Os funcionários pedem que somente você se dirija para o embarque quando a sua categoria for chamada. Uma vez na fila, pede-se para fazer distanciamento de pelo menos 2 metros entre cada passageiro até entrar no avião.

Veja também: Overbooking, voo cancelado e atrasado – Veja o que fazer e conseguir sua indenização

3-) Mudanças dentro dos aviões

Embarque com distanciamento social
Embarque com distanciamento social. Foto: Diego Paiva

Dentro dos aviões o uso de máscara é obrigatório desde abril, porém a maioria das pessoas já usava desde meados de março, antes mesmo da exigência. São comuns também anúncios sobre os procedimentos de segurança sobre a COVID-19, como descartar corretamente as máscaras, sobre a higienização do avião, entre outros.

Para quem faz voo com escala, há grandes mudanças. Antes você aguardava dentro da aeronave enquanto os passageiros desembarcavam mas agora todos os passageiros devem desembarcar levando a sua bagagem de mão para que a equipe de limpeza possa higienizar todo o avião a cada pouso. Então mesmo que você não troque de avião, precisará desembarcar e embarcar novamente.

Outra coisa é que dentro do avião há dispensers de álcool gel tanto na entrada como próximo aos banheiros no fundo da aeronave.

– Assentos e espaço entre passageiros

Alcool Gel aeroporto Brasil
Alcool gel sendo distribuído aos passageiros que embarcam. Foto: Diego Paiva

Dentro da aeronave eu percebi que estão fazendo o distanciamento na medida do possível. Fiz voos que tiveram todos os assentos do meio livres, exceto quando tinha alguma família, e outros onde a ocupação estava perto dos 100%.

Pelo que soube ao perguntar sobre o assento do meio ficar vago, a informação é que não há nenhuma obrigatoriedade por parte da Anac e da Anvisa sobre isso, então seguem a orientação de só fazer quando sobra espaço no voo.

Na minha experiência, praticamente todos os voos que fiz estavam muito, mas muito cheios. Menos da metade deles eu voei sem ninguém ao meu lado. Como a malha aérea ainda está bastante reduzida, os voos acabam concentrando uma quantidade alta de passageiros.

Em julho já tenho observado famílias inteiras viajando, crianças desacompanhadas sendo levadas pelos funcionários, etc. Então lembra bastante o movimento de férias escolares mesmo. Em maio e junho, aparentemente era mais quem precisava realmente viajar por força maior, mas agora há muita gente viajando a lazer, mesmo que seja para a casa de familiares.

– Sobre o serviço de bordo

Nos primeiros voos que fiz o serviço de bordo havia sido suspenso, independentemente da duração do voo. Absolutamente nada era servido.

Logo no início de junho a GOL voltou a fazer o serviço de bordo com snacks fechados e copos de água também lacrados como única opção de bebida. A questão é que expunha os comissários ao ter contato com todos os passageiros e todo mundo acabava tirando a máscara para comer ou beber a água ao mesmo tempo. Possivelmente receberam feedbacks negativos e repensaram na estratégia do serviço.

Agora a água é só servida sob demanda, apenas para quem pedir e os snacks são entregues na porta do avião no desembarque, para que o passageiro consuma fora da aeronave.

– Desembarque

desembarque aviao Brasil
Desembarque feito por fileiras mas nem sempre respeitado. Foto: Diego Paiva

O desembarque está sendo feito por fileiras, sendo solicitado que só se levante da poltrona quando chegar a vez de desembarcar. Infelizmente nem todo mundo respeita. De todos os voos que fiz, no máximo 3 ou 4 ocorreram exatamente conforme o pedido. Os dois últimos foram IMPECÁVEIS. Inclusive fiz uma brincadeira com os amigos que até fiquei emocionado, rs.

Nos aeroportos há marcações e adesivos em todas as partes, com orientações e também onde deve aguardar para ser atendido. Obviamente nem todo mundo tem o bom senso de seguir as instruções, assim como o mencionado acima sobre o desembarque por fileiras.

Veja também: Cancelamento de reservas e eventos – Veja as novas regras devido ao Coronavírus

3-) Sentimentos de viajar de avião na pandemia 

Bagagem aeroporto pandemia coronavirus
Retirada de bagagens também com distanciamento. Foto: Diego Paiva

É ainda um misto de sensações. Eu amo voar e todo o processo relacionado ao voo, porém fiquei um pouco tenso sim com esse retorno. Tive uma grata surpresa ao embarcar em Brasília, já que o aeroporto estava com tantas medidas de segurança e de proteção aos passageiros que me senti seguro ao embarcar. O fato do aeroporto estar quase deserto também ajudou a tranquilizar.

Minha consideração final é que sim, é seguro viajar de avião agora, mas não o faria se não fosse por extrema necessidade. Por mais que o setor esteja precisando muito de passageiros comprando passagem e voando, esse ainda não é o momento ideal. Esses últimos voos que fiz já vi os aeroportos bem mais movimentados que antes e a curva do vírus segue subindo no país.


Um relato super completo do Diego de como está sendo viajar de avião no Brasil durante essa pandemia do coronavírus. Quem mais aqui já voou de avião agora nesse período? Aproveite e deixe aqui nos comentários contando como foi sua experiência para ajudar outros viajantes.

Se ficou qualquer duvida, escreva aqui para a gente também nos comentários! E quem ainda não viajou de avião, depois de ler essas informações, se sente mais seguro? Conta aqui para a gente. Vambora!

*** VEJA TAMBÉM:
– Fim da quarentena e retomada do turismo: Veja como está sendo em diversos países
– Novo selo “Turismo Responsável” para retomada de viagens no Brasil
Turismo pós coronavírus: como e quando voltaremos a viajar?

Planeje aqui a sua viagem!
SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

2 COMENTÁRIOS

  1. Viajei pela Azul em junho, com conexão em Campinas. A empresa está servindo snacks e agua aos passageiros. Uma medida muito simples, mas que a empresa deveria seguir era lembrar aos passageiros, ANTES de servir os snacks, que higienizassem as mãos com álcool em gel porque pelo tipo de lanche servido pela Azul a mão é levada à boca constantemente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui