Vivendo e aprendendo: Onde fica o Jalapão, como chegar e melhor época para ir

0
Serra do Espirito Santo Jalapao
Serra do Espírito Santo no Jalapão, Tocantins. Foto: GC/Blog Vambora!

O Jalapão é um dos destinos de natureza do Brasil que mais cresceram e se desenvolveram nos últimos anos no nosso país. Aqui nesse post você terá todas as informações para começar a planejar sua viagem para região: desde onde fica o Jalapão, como chegar, melhor época para ir e como se preparar!

Se considerar que o estado do Tocantins, na região Norte do Brasil, tem praticamente só 30 anos, o turismo no Jalapão é ainda bem novo, sendo que começou a se desenvolver por volta do ano 2000, quando surgiram as primeiras agencias de turismo da região, como a Korubo e a 40 Graus no Cerrado (que aliás foi a empresa que viajamos para lá).

Fervedouro Bela Vista
Fervedouro Belo Vista, um dos mais bonitos do Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Até pouco tempo atrás era ainda um turismo pouco conhecido pela maioria dos brasileiros, até que novela “O outro lado do paraíso” trouxe como cenário de sua trama as belíssimas atrações do Jalapão. Depois disso, empresas de turismo se multiplicaram, atrações tem um máximo de pessoas para visitar e pousadas e estabelecimentos comerciais crescem mais e mais.

Porém, o Jalapão, devido a sua localização e infra estrutura de acesso, continua sendo um lugar de beleza rústica e impactante. Quem opta por conhecer acaba se surpreendendo com tanta beleza e por isso, mais e mais pessoas querem visitar a cada ano.

Duna Jalapão
Por do sol nas dunas do Jalapão. Foto: LF/Blog Vambora!

Nós amamos muito, nos surpreendemos e colocamos o Jalapão num tos TOP destinos de natureza mais lindos do Brasil, no nosso ponto de vista. Todas as dicas para conhecer, chegar, roteiro e muitas outras dicas, você começa a conferir agora aqui no blog. Vambora então viajar para o Jalapão!

1-) Onde fica o Jalapão

Por do Sol na Pedra Furada no Jalapão
Por do Sol na Pedra Furada no Jalapão. Foto: LF/Blog Vambora!

O Jalapão é ainda um destino pouco conhecido pelos brasileiros, por isso a principal questão que todo mundo se pergunta primeiro é: afinal, onde fica o Jalapão? Pois então, o Jalapão é um parque estadual, no estado do Tocantins, com cerca de 34 mil km², que fica a leste da cidade de Palmas, capital do Tocantins.

O parque estadual do Jalapão possui algumas cidades base, que fazem parte do roteiro de viagem de quem vai conhecer a região. São elas (confira também no mapa abaixo): Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Felix do Tocantins.

Em geral o roteiro para conhecer o Jalapão começa em Palmas, seguindo para Ponte Alta, Mateiros, São Felix e por fim, finalizando a viagem em Palmas.

É comum também, o roteiro inverso: começando em São Felix e terminando em Ponte Alta. Porém, como os maiores atrativos do Jalapão, ficam nas cercanias de São Felix, é mais indicado fazer o roteiro começando por Ponte Alta, deixando para o fim da viagem as atrações mais impactantes!

2-) Como chegar ao Jalapão

Carro da agência 40 graus no Cerrado
Carro da agência 40 graus no Cerrado durante nossa viagem ao Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Agora que você sabe onde fica o Jalapão, a principal questão é como ir! O bom é que chegar no Jalapão é mais fácil do que a maioria das pessoas acham. A porta de entrada para a região é via Palmas, capital do Tocantins.

Daqui saem a maioria dos tours para o Jalapão. Como falamos acima, o seu roteiro pode começar tanto por Ponte Alta, como por São Felix.

A questão mais importante de como chegar ao Jalapão é em relação as suas estradas! Praticamente todo o trecho entre Ponte Alta, Mateiros e São Felix é feito através de estradas de terra e areia, nas quais apenas veículos 4×4 passam.

Estrada terra Jalapão
Estradas de terra no Jalapão: praticamente 100% da viagem são nelas. Foto: GC/Blog Vambora!

A condição das estradas é mesmo bem precária, por isso, viajar para o Jalapão via algum tour de agência é a melhor opção. As agências locais providenciam toda a logística de deslocamento, hospedagem e passeios, o que num lugar tão afastado e com ainda pouca infra estrutura turística é essencial.

Nós fizemos nosso roteiro pelo Jalapão com a agência 40 Graus no Cerrado e achamos mesmo excelente: do roteiro a logística, foi tudo impecável!

40 Graus no Cerrado Jalapao
Nosso carro da agência 40 Graus no Cerrado que nos levou para conhecer o Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Há pessoas que gostam de fazer essa viagem por conta própria, mas honestamente, para ir ao Jalapão sozinho é preciso além de ter um carro 4×4, saber dirigir em condições ruins e estar muito bem preparado para enfrentar a logística de horas e mais horas de estrada de terra, barrancos, buracos e pouquíssimas placas e indicações. Não espere encontrar postos de combustível pelas estradas e é preciso saber muito bem preparar os pneus para as estradas de areia e terra. Ou seja, para quem quer ir por conta própria é um viagem realmente para especialistas, nesse tipo de estrada off road.

Placas estrada Jalapão
Placas de carros perdidas nas estradas do Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Então quem optar por conhecer o Jalapão por conta própria, tem que saber que vai fazer uma viagem de aventura. Já quem quer mais conforto, segurança e tranquilidade, faz a viagem via uma agencia local, que foi o que fizemos.

Só como exemplo, no tour de 4 dias que fizemos com a 40 Graus no Cerrado, percorremos cerca de 840km, na sua maior parte em estradas de terra, saindo de manhã e voltando só no início da noite.

Estrada do Jalapão
Pelas estradas do Jalapão: a maioria dos visitantes vai via um tour de agência, maneira mais confortável e segura de conhecer a região. Foto: GC/Blog Vambora!

Como as estradas são ruins, é impossível andar rápido nelas, então os deslocamentos entre atrações são demorados, com você passando muitas horas no carro todos os dias. Exatamente por isso, ter uma agência boa, com um ótimo guia e um excelente carro 4×4 é essencial para sua viagem ao Jalapão.

O mais impressionante, é que ainda tem pessoas que tentam fazer essa viagem ao Jalapão, não só sozinhas, mas usando veículos comuns. Nosso próprio guia da 40 Graus do Cerrado teve que ajudar um carro que simplesmente atolou na areia, enquanto íamos para uma das atrações do roteiro. Ele nos deixou na atração e depois voltou alguns km para ajudar o motorista despreparado (e desesperado!).

Por do sol no cerrado do Jalapão
Por do sol no cerrado do Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Aliás, pedaços de carro, para-choque, placas, são comuns de serem vistos pelas estradas. Tem que mesmo dirigir com muito cuidado e atenção, coisa que os guias, que fazem constantemente essa viagem, sabem, já que conhecem a região como ninguém.

Então reforçamos a dica: se você quer conhecer o Jalapão, faça a viagem via agência. Caso queira fazer uma viagem de aventura, tenha um carro 4×4 e esteja muito bem preparado para estradas de terra em condições difíceis.

3-) Qual é a melhor época para ir ao Jalapão

Cachoeira da Formiga Jalapão
Cachoeira da Formiga, uma das mais belas atrações do Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

O Jalapão é um destino que pode ser conhecido durante todo o ano, mas há algumas épocas mais ideais.

Essencialmente o clima da região se divide entre a estação seca (de maio a setembro) e a chuvosa (de outubro a abril). Setembro é o mês mais quente do ano (principalmente em Palmas) e época de queimadas, porém é tempo também de colheita do Capim Dourado, planta símbolo da região.

Artesanato Capim Dourado
Artesanato de Capim Dourado na região do Jalapão, no Tocantins. Foto: GC/Blog Vambora!

Se puder escolher uma época ideal, vá durante o período de seca, quando, tanto o clima está mais estável, como as temperaturas ficam menos altas, especialmente a noite.

Capim Dourado Jalapão
Esse é o Capim Dourado: planta da qual se faz inúmeras peças no Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Mas só como exemplo que você pode ir ao Jalapão em qualquer época do ano, nós mesmos viajamos no mês de setembro, a princípio o período do ano mais quente para visitar a região, e não tão indicado. O que aconteceu é que realmente é uma época de queimadas (que podem atrapalhar a visão e paisagens) e os dias e noites tendem a ser bem quentes. Em Palmas, sentimos isso na pele, onde até o ar ficava ruim de respirar.

cerrado no Jalapão
Paisagem do cerrado no Jalapão após queimada. Foto: GC/Blog Vambora!

Mas na região do Jalapão em si, tirando as queimadas isoladas (e que fazem parte da própria natureza da região), o calor durante o dia era equivalente ao alto verão no Nordeste, porém a noite, já no parque, as temperaturas ficavam bem mais agradáveis. Foi uma viagem ótima!

Na época de chuvas, a principio é a pior em termos de turismo, já que como 100% das atrações são ao ar livre, a chuva pode atrapalhar. Nessa época as estradas de terra e areia tendem a melhorar já que ficam mais compactas, porém as chances de enfrentar enchentes, ao passar por rios e veredas é real.

4-) O que levar para conhecer o Jalapão

Vereda no Jalapão
Veredas, paisagens comuns do Jalapão além do cerrado. Foto: GC/Blog Vambora!

Roupas leves e de banho, sapato confortável, óculos de sol e chapéu serão os itens essenciais do seu figurino para conhecer o Jalapão.

Levar um tênis confortável para caminhadas, bem como blusas de manga comprida, ajudam tanto a proteger do sol, como de mosquitos durante trajetos para as cachoeiras, por exemplo.

Estrada Jalapão
Considere que você vai passar muito tempo na estrada, por isso, leve roupas confortáveis. Foto: GC/Blog Vambora!

Protetor solar e repelente são essenciais, porém, nos fervedouros e algumas cachoeiras (como a da Formiga), é pedido que não se passe nada antes de entrar, para não sujar e contaminar a água com os componentes químicos.

Uma coisa muito legal do Jalapão é que é um destino para TODOS e não só quem busca aventura. Em praticamente todas as atrações, os carros das agências te deixam bem perto das entradas dos locais de visitação, oferecendo caminhadas mínimas e bem leves, em geral. Não precisa ser aventureiro para ir e aproveitar! O que é excelente! No nosso grupo mesmo tinham desde pessoas de mais idade até jovens e todos conseguiram aproveitar super bem a viagem.

Fervedouro dos Buritis
Fervedouro dos Buritis no Jalapão: água fica numa temperatura super agradável! Foto: GC/Blog Vambora!

Outra dica: o sinal do celular é mínimo ou inexistente em praticamente todos os lugares fora das cidades. Nas cidades de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Felix do Tocantins, as principais do Jalapão, o sinal existe, mas é mínimo (tanto do 3G, como das operadoras). Não sofra e se desconte-se durante os trajetos, usando seu celular apenas como máquina fotográfica mesmo. 🙂

Rapel Cachoeira da Roncadeira Jalapao
Para quem gosta, dá também para fazer atividades mais radicais, como esse Rapel na Cachoeira da Roncadeira. Foto: GC/Blog Vambora!

Como sinal da internet é ruim, não considere usar seu cartão de crédito no Jalapão, já que as máquinas praticamente lá não funcionam ou nem existem. Por isso, leve dinheiro vivo, já de Palmas para toda a viagem, pois caixas eletrônicos são raríssimos ou também inexistentes em quase todas as cidades do Jalapão.

Corredeira Jalapão
Rio com corredeiras do Jalapão. Foto: GC/Blog Vambora!

Pronto, dicas básicas e essenciais para começar a planejar a sua viagem, desde onde fica o Jalapão, até como chegar, melhor época para ir e etc. Nos próximos posts vamos falar das atrações, como escolher seu roteiro, dicas de hospedagem e muito mais! Vambora então para o Jalapão!

*** O Vambora! conheceu o Jalapão através de convite da agência 40 Graus no Cerrado

*** VEJA TAMBÉM:
Cachoeiras em Visconde de Mauá
Jericoacoara: nossas dicas e roteiro de viagem
8 hotéis dos sonhos para se hospedar no Brasil

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui