Roteiro cultural: O que fazer em Berlim – Roteiro de 4 a 6 dias na cidade

4
Bar Klunkerkranich em Neukolln
Por do sol de Berlim do Klunkerkranich, surpreendente e descolado bar no bairro de Neukölln em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

O viajante ao planejar o que fazer em Berlim, além das atrações clássicas e básicas, consegue criar uma viagem única para chamar de sua: da mais jovem, alternativa e baladeira; até outra cultural, gastronômica e chique; outra familiar, completamente descolada, etc. A grande sacada para conhecer bem Berlim acaba então sendo unir as grandes atrações com diferenciais que vão de encontro com seus interesses.

Pela quantidade de atrações, o tempo mínimo indicado para conhecer o básico de Berlim é de pelo menos 4 dias. Em 2 ou 3 dias dá para conhecer bastante coisa? Dá, mas vai faltar muito também, por isso, para não sofrer com antecedência, tente deixar pelo menos no mínimo esses 4 dias. Quem conseguir mais tempo, como verá mais abaixo, vai se dar bem! 😉

Bares em frente a Ilha dos Museus em Berlim
Bares em frente a Ilha dos Museus em Berlim com a Torre da TV ao fundo. Foto: GC/Blog Vambora!

Antes de começar essa sugestão de roteiro do que fazer em Berlim, uma dica básica é logo que chegar, já garantir seu passe para circular pela cidade. O mais famoso e indicado é o Berlin Welcome Card, que possibilita deslocamento ilimitado no transporte público, além de descontos em muitas atrações e serviços importantes, como museus. Veja mais detalhes nesse post completo que fizemos sobre o passe: https://www.blogvambora.com.br/berlin-welcome-card/

Confira abaixo uma sugestão de roteiro e dicas para saber o que fazer em Berlim em 4, 5 ou 6 dias, das atrações mais clássicas até as inusitadas. Vambora!

Legenda: Atrações por dia – 1º dia vermelho, 2º dia laranja, 3º dia roxo, 4º dia azul, 5º dia amarelo e 6º dia verde (bate e volta).

1º DIA – Berlim Clássica: passeio por Mitte e maiores ícones de Berlim

cúpula do Reichstag em Berlim
Dentro do cúpula do Reichstag em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

O principal bairro da cidade, Mitte, que ficava antigamente do lado oriental de Berlim, pode ser considerado também o coração da cidade, já que aqui ficam algumas de suas maiores e principais atrações. Então ao chegar em Berlim, vale vir direto para essa região.

O Memorial do Holocausto (Memorial aos Judeus Mortos da Europa, com seus blocos de concreto, ao lado do Bunker de Hitlerveja mais aqui), o Portão de Brandemburgo (uma das antigas entradas da cidade e cartão postal de Berlim), o parque Tiergarten e o Reichstag (a cúpula do parlamento alemão que pode ser visitada, com lindas vistas da cidade), ficam bem próximos um dos outros (veja no mapa acima) e são grandes símbolos de Berlim, todos com visitas gratuitas! Somente o Reichstag é preciso agendar a visita (veja mais informações nesse post).

Memorial do Holocausto
Memorial do Holocausto. Foto: GC/Blog Vambora!

Depois, seguindo pela avenida Unter den Linden, uma das principais de Berlim, de metrô ou melhor ainda de ônibus (o da linha 100 é de 2 andares e possibilita ir conhecendo essa região da cidade, quase como num city tour), chega-se a outra região muito famosa de Berlim, a Alexanderplatz.

Alexanderplatz em Berlim
Alexanderplatz em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Provavelmente a mais conhecida praça de Berlim, é um corredor comercial e de transporte. É muito comum além das lojas fixas (como o super shopping center Alexa), encontrar feiras itinerantes, com biergarten, vendendo comidas e bebidas típicas. Na Alexanderplatz fica também a Torre de TV (Fernsehturm) que com seus 368 metros de altura, com boas vistas da cidade, perfeito para terminar o dia vendo o pôr do sol.

2º DIA – Berlim ocidental: Kurfürstendamm, Tiergarten e Potsdamer Platz

Igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche em Berlim
Igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche em Berlim, destruída durante a 2ª Guerra. Foto: GC/Blog Vambora!

Hora de conhecer o antigo lado ocidental de Berlim, no bairro de Charlottenburg. Aqui fica a Kurfürstendamm (conhecida também como Kudamm), uma das maiores avenidas de Berlim, com 3,5 km, um verdadeiro corredor comercial, repleto de lojas internacionais e locais, incluindo a famosa loja de departamentos KaDeWe.

Antes de se empolgar com as compras, comece o dia conhecendo a Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche, igreja que foi bombardeada durante a 2ª Guerra e que se tornou um símbolo e marco de Berlim, já que permanece com sua torre destruída até hoje. Há uma pequena exposição no seu interior mostrando a história do local e como era antes e depois da guerra. Ao seu lado, está a nova igreja construída no pós guerra, completamente moderna e linda.

Parque Tiergarten em Berlim
Parque Tiergarten em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora@

Aqui já é um bom lugar para acessar e conhecer o Tiergarten, o maior parque de Berlim. Quem está especialmente com crianças, é uma boa oportunidade também para conhecer o Aquário e Zoológico de Berlim.

Outra atração interessante da região é o Story of Berlin, um museu multimídia bem moderno, contando os mais de 800 anos de história de Berlim e que possui no seu subsolo um bunker da Guerra Fria, que poderia servir de abrigo em caso de um ataque nuclear (veja mais nesse post). 

Bauhaus Archiv em Berlim.
Bauhaus Archiv em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Seguindo para leste, indo em direção a Potsdamer Platz, você vai encontrar um eixo cultural muito importante de Berlim, o Kulturforum, uma região que foi planejada para ser uma grande área de equipamentos culturais, como museus, biblioteca e a Filarmônica de Berlim. Nesse caminho estão o Bauhaus Archive e Neue Nationalgalerie, duas atrações incríveis de Berlim para os apaixonados por design e arquitetura (veja mais nesse post).

Linha do Muro de Berlim
Linha que marca o local por onde o muro de Berlim atravessou a cidade e a dividiu em duas partes. Foto: GC/Blog Vambora!

No final do dia, chegue na Potsdamer Platz, o novo centro moderno e a nova cara de Berlim. Durante a Guerra Fria era um local vazio por onde passava o muro de Berlim e hoje em dia ainda há um pequeno pedaço original do muro aqui, bem como é possível ver a linha por onde ele passava.

Aqui conheça o Sony Center, um complexo de lojas e lazer, com cinema, restaurantes, além de escritórios, ícone da nova arquitetura da cidade. Ao seu lado, fica a Panoramapunkt, um outro bom lugar para subir e ter vistas 360 graus de Berlim.

3º DIA – História de Berlim, antiga e recente

Gendarmarkt em Berlim
Gendarmarkt em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Hora de conhecer mais profundamente Mitte e mais da história de Berlim e da Alemanha! Comece o dia visitando a Gendarmenmarkt, um dos locais mais bonitos de Berlim. A praça é formada por 3 edifícios, a Konzerthaus (Casa de Concertos) e as catedrais “gêmeas” Französischer Dom (Catedral Francesa) e a Deutscher Dom (Catedral Alemã). No final do ano, o local abriga também uma linda feira de Natal, que vale conferir se estiver nessa época na cidade!

Daqui é possível visitar a Bebelplatz, onde fica a biblioteca da Universidade Humboldt (onde estudaram Karl Marx e Albert Einstein, por exemplo) e um memorial subterrâneo da histórica queima de livros, feita pelos nazistas em 1933.

Esculturas de chocolate na loja Fassbender & Rausch em Berlim
Esculturas de chocolate na loja Fassbender & Rausch em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Mais ao sul, adoce seu dia na loja de chocolates mais famosa de Berlim, a Fassbender & Rausch, um ícone da cidade, que expõe esculturas feitas de chocolate, com réplicas imensas do Portão de Brandemburgo até “Trechos do Muro de Berlim”. Bem próxima, fica outra loja deliciosa, a Ritter Sport Colorful ChocoWorld Berlin, que é no mínimo mais divertida e com preços mais populares do que a anterior.

Depois vá conhecer outro lugar bem famoso de Berlim, que na verdade não tem muita graça mas faz parte da história da cidade: o Checkpoint Charlie. O local serviu como posto de passagem entre a Alemanha Ocidental e Oriental e hoje em dia é mais famoso do que interessante de ser visto (veja mais aqui).

Check Point Charlie
Check Point Charlie em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Nas suas proximidades, ficam dois museus incríveis em Berlim que valem muito a visita: o Topographie dês Terros e o Museu Judaico. O primeiro, gratuito, é um dos memoriais e exposições mais impressionantes e envolventes do que realmente aconteceu durante o período nazista. Já o segundo, é o maior museu judaico da Europa e conta a história desse povo, especialmente na Alemanha. Dois locais imperdíveis para se visitar!

Para terminar o dia, rume para o East Side Gallery, para conhecer mais da história recente de Berlim, com uma galeria a céu aberto de 1,3 km do antigo Muro de Berlim, que se tornou um espaço de pinturas e grafites de artistas do mundo todo (veja mais sobre ela nesse post).

East Side Gallery. Foto: GC/Blog Vambora!
East Side Gallery. Foto: GC/Blog Vambora!

Daqui é possível ainda curtir, se estiver calor, a Arena Badeschiff, uma verdadeira praia/piscina de Berlim ao ar livre (ao lado do Rio Spree); ou se for uma quinta feira, comer muito bem no Street Food Thursday at Markthalle Neun (um mercado de comidas de rua maravilhoso que acontece toda quinta a noite) ou ainda visitar o Tempelhof, um dos lugares mais surpreendentes de Berlim: um antigo aeroporto que se tornou um parque imenso para a população da cidade (veja mais sobre o parque aqui).

Currywurst em Berlim, no Curry 36
Currywurst, comida típica da Alemanha, especialmente Berlim no Curry 26. Foto: GC/Blog Vambora!

Uma dica se você for ao Tempelhof é terminar a noite experimentando algumas das comidas mais típicas de Berlim: o curry e o Kebap, especialmente do Curry 36 e do Mustafa’s Gemüse Kebap, os mais famosos (e gostosos da cidade!). Veja mais nesse post https://www.blogvambora.com.br/onde-comer-em-berlim/

4º DIA – Museus de Berlim

Ilha dos Museus em Berlim
Ilha dos Museus em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Para quem tem curiosidade, Berlim possui diversos museus e exposições diferentes, muito interessantes para se conhecer! Uma que adoramos foi o Berliner Unterwelten, uma atração ainda pouco divulgada de Berlim aqui no Brasil, em que se pode visitar um bunker, túneis e esconderijos usados tanto na 2ª Guerra Mundial, como durante a Guerra Fria. Como fica um pouco fora do centro de Berlim e é muito procurada por turistas do mundo todo, vale ir logo cedo para conhecer (veja mais nesse post).

DDR Museum Berlim
Uma das salas do DDR Museum em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Já mais próximo do centro, fica outro museu imperdível de Berlim, o DDR Museum que mostra como viviam as pessoas que moravam na Alemanha Oriental, sob o governo da RDA (República Democrática Alemã, conhecida também como Alemanha Oriental ou Alemanha Socialista). É um dos mais visitados da cidade hoje em dia! Veja mais sobre nesse post: https://www.blogvambora.com.br/ddr-museum-check-point-charlie/

Porta de Ishtar no Museu Perganon
Porta de Ishtar no Museu Perganon. Foto: Foto: Reprodução Google Maps/ /cultural institute

Pertinho dele, fica a incrível Ilha dos Museus em Berlim, verdadeiro coração cultural da cidade, com 5 museus maravilhosos, incluindo os imperdíveis Pergamon e Neues Museum. O local é tão grande e tem tantas dicas, que fizemos um post especial só sobre ele, com dicas de quais museus visitar, ingressos, tempo de visita, etc. Veja aqui: https://www.blogvambora.com.br/ilha-dos-museus-berlim/

5º DIA – Berlim dos locais

Cafe Anna Blume em Berlim
Café da manhã no Cafe Anna Blume em Berlim, um dos melhores da cidade. Foto: GC/Blog Vambora!

Depois de descobrir o lado mais turístico de Berlim, passe a conhecer a cidade como um local! Comece o dia de forma bem berlinese, tomando um café da manhã numa das casas especializadas da cidade, especialmente se for num fim de semana! Programa favorito dos locais, no bairro de Prenzlauer Berg, ficam vários cafés e restaurantes fofos, como o Cafe Anna Blume, um dos mais recomendados da cidade e que adoramos conhecer (veja aqui).

Karaoke no Mauerpark
O surpreendente e democrático Karaokê no Mauerpark. Foto: GC/Blog Vambora!

Pertinho dali fica um dos parques mais legais de Berlim, o Mauerpark, parada obrigatória especialmente no domingo, quando acontece por lá uma imensa feira de antiguidades, comidinhas de todo o mundo e um karaokê ao ar livre, que se tornou referência entre locais e turistas. No Mauerpark fica também um trecho do Muro de Berlim e para quem quiser, aqui perto fica também o Prater Garten, o biergarten mais antigo de Berlim, aberto em 1837 e um programa clássico para se fazer na Alemanha e adorado pelos alemães (veja mais nesse post).

Muro de Berlim no Mauerpark
Muro de Berlim no Mauerpark. Foto: GC/Blog Vambora!

Para saber mais sobre o Muro de Berlim, siga para o Memorial do Muro de Berlim (Gedenkstätte Berliner Mauer em alemão), o melhor lugar para entender e visualizar o que foi e como era viver durante aquela época, com entrada totalmente gratuita. Aqui se encontra o último trecho original do muro de Berlim existente. É impressionante! Veja mais nesse post: https://www.blogvambora.com.br/memorial-muro-de-berlim-topografia-do-terror/

 Tränenpalast ou Palacio das Lagrimas em Berlim
Como era atravessar as duas Berlins durante a Guerra Fria no Tränenpalast ou Palácio das Lagrimas. Foto: GC/Blog Vambora!

Saindo do Memorial, quem quiser saber e ver mais como era viver durante a Guerra Fria, pode visitar o Tranenpalast, conhecido também como “Palácio das Lágrimas”: um pavilhão de vidro bem na fronteira, entre Berlim Ocidental e Oriental. A exposição é pequena mas impactante, mostrando como era o dia a dia dos moradores que passavam pela fronteira. Uma atração ainda a ser descoberta pelos turistas.

Klunkerkranich em Neukolln
Klunkerkranich, o bar mais improvável de Berlim, na cobertura de um shopping em Neukolln. Foto: GC/Blog Vambora!

Termine o dia como um verdadeiro berlinense e vá até o bairro de Neukölln, um dos poucos ainda originais e pouco explorado pelos turistas em Berlim. Lá, veja o pôr do sol, coma e beba muito bem no Klunkerkranich, um rooftop bar super descolado na cobertura de um shopping em Neukölln. Com uma mistura de bar, jardim, meio biergarten e chegando mais ao fim da noite uma balada, é um lugar que representa muito bem a cara atual de Berlim, além de ser um dos pores de sol mais bonitos da cidade (veja mais nesse post).

6º DIA –  Sugestões de Bate e volta de Berlim

Potsdam: bate e volta pertinho de Berlim.
Potsdam: bate e volta pertinho de Berlim. Foto: Google Street View 360º

Dia de conhecer os arredores de Berlim e aqui há várias possibilidades de escolha. Uma das mais famosas é ir até Potsdam, distante 24 km de Berlim, para conhecer o conjunto de castelos e palácios da antiga residência da Prússia, especialmente o Palácio Sanssouci.

Já mais próximo da cidade, outro lindo palácio que pode ser visitado é o de Charlottenburg (o Schloss Charlottenburg), antiga residência de verão da primeira rainha da Prússia, Sophie Charlotte, que deu seu nome ao castelo. No blog Viaje na Viagem tem um post bem completo de como chegar neles (veja aqui). 

Por fim, outro passeio perto de Berlim e possível para fazer num bate e volta é a visita ao antigo campo de concentração Sachsenhausen, construído em 1936 como um modelo para outros campos. Já aviso que fazer uma visita dessas não é algo fácil…Quando fomos para Dachau, perto de Munique, deu para sentir bem o clima e conhecer essa parte terrível da nossa história mas é algo que não pode e nem deve ser esquecido, por isso a existência e importância até hoje desses lugares. Para quem tem curiosidade ou vontade de entender essa parte da história e nunca visitou um campo antes e estiver em Berlim, pode ser uma boa oportunidade. No blog Tá indo pra onde? tem um post bem completo sobre a visita ao local (veja aqui).

Parede em Berlim
Repare em tudo, inclusive nas paredes em Berlim. Foto: GC/Blog Vambora!

Como deu para ver, ficando até 6 dias em Berlim vão faltar coisas para se ver e fazer, então não se sinta culpado se não conseguir ver tudo! A cidade é mesmo imensa, cheia de atrações interessantes, incluindo nos seus arredores. Tem passeios e paisagens para todos os gostos! Por isso, se não der para ver algo, já comece a planejar sua próxima viagem para lá, é o que faremos! 😉

Então, já sabe o que fazer em Berlim ou tem alguma outra sugestão de passeio bem legal que não está no post? Compartilhe com a gente nos comentários. Vambora para Berlim!

*** Veja mais dicas de BERLIM no blog:
TODAS as dicas de Berlim no blog
Onde se hospedar em Berlim: hotéis e regiões
Onde comer em Berlim, do café da manhã ao jantar

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

4 COMENTÁRIOS

  1. Gente eu quero saber qual é o lugar dessa foto na sei se tem como mostrar a foto aqui,mas eu achei o lugar muito bonito mas não se onde é

  2. Olá, bom dia,

    As dicas do blog foram utilizadas para minha viagem à Alemanha. Utilizei bastante os roteiros propostos por vocês.

    Um dica foi uma grata surpresa: o Tranenpalast (Palácio das Lágrimas). Como comentaram, não é um local muito procurado pelos turistas (a presença era maior de estudantes ou turistas europeus em busca de conhecimento da história). Uma pequena exposição que dá uma boa ideia como era o trânsito dos berlinenses entre as duas áreas: ocidental e oriental. Vale a visita.

    Grato e até a próxima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui