Vivendo e aprendendo: Como chegar em Jericoacoara e melhor época para visitar

17
Duna do por do sol em Jericoacoara
Duna do por do sol em Jericoacoara, paixão a primeira vista. Foto: GC/Blog Vambora!

-> Post atualizado em Setembro/2017

Escolhido como melhor destino de viagem da América do Sul para 2017, de acordo com o site TripAdvisor (e terceiro melhor destino do mundo!), Jericoacoara é mesmo um lugar para ficar, mais do que nunca, de olho.

Distante 300km de Fortaleza, Jeri, como é carinhosamente chamada, tem atraído cada vez mais visitantes à procura de belas paisagens, mar, sombra, vento, água fresca, num clima total de relax pé na areia.

A primeira vez que fiquei com vontade de conhecer Jericoacoara foi em 2008, vendo fotos de um dos seus cartões postais: a duna do por do sol. De lá para cá, a vontade de ir para o destino só cresceu até que uma baita promoção de passagem em Dezembro, nos fez finalmente ir conhecer Jericoacoara! Todas as dicas e detalhes de como conhecer esse lindo destino, você começa a ver aqui do blog. Vambora!

1-) Como chegar em Jericoacoara

Praia de Jericoacoara
Praia de Jericoacoara. Foto: GC/Blog Vambora!

Pode se chegar em Jericoacoara de quatro maneiras: de ônibus, de carro, de helicóptero e de avião, essa a última grande novidade no destino em 2017 e que deve aumentar ainda mais o fluxo de turistas na região.

Como disse acima, Jeri está a 300km da capital Fortaleza, no Ceará. O acesso melhorou muito nos últimos anos, com o primeiro trecho da viagem, e maior, de estrada pavimentada em ótimas condições, grande parte duplicada.

Chegando em Jijoca de Jericoacoara (veja no mapa abaixo), começa um segundo trecho com paralelepípedos até o Parque Nacional de Jericoacoara, com dunas, que leva até a vila de Jeri. Exatamente: uma parte do caminho até Jeri é feito pela areia.

Isso, que pode ser visto como um empecilho para muitos, faz parte da graça e charme do local, tendo ajudado a preservar o destino e clima mais isolado de Jeri.

Confira abaixo então em detalhes as maneiras de se chegar em Jericoacoara e escolha seu meio de transporte favorito para ir até esse paraíso:

Ônibus

Essa é a maneira mais barata de se chegar em Jericoacoara e também a mais “perrengue”, já que são quase 8h de viagem no total de Fortaleza até Jeri, sendo cerca de 2h dessas numa jardineira “pau de arara” (ou seja, muito pula pula), depois que a estrada pavimentada de Fortaleza até Jeri acaba, a partir de Jijoca de Jericoacoara (veja no mapa acima). O ônibus deixa os passageiros num posto de gasolina em Jijoca e de lá saem as jardineiras para levar os passageiros na 2ª parte da viagem, finalmente até Jeri.

A empresa que faz a viagem é a Fretcar e há ônibus que saem tanto direto do aeroporto de Fortaleza, como da rodoviária. Na data de nossa viagem, a passagem Fortaleza-Jericoacoara estava custando a partir de R$ 66, o trecho, incluindo as jardineiras a partir de Jijoca. As passagens podem ser compradas com antecedência no próprio site da empresa.

Chegando em Jeri, outro “perrengue” de ir de ônibus é que você mesmo deve pegar sua mala e ir andando até seu hotel/pousada. Como todas as ruas de Jericoacoara são de areia, quem vai com mala de rodinha tem que carregar literalmente a mala nas costas, o que depois de 8h de viagem é mais um ponto negativo e de stress, que acaba não compensando, na nossa opinião, a inicial economia da passagem. Ou seja, se for de ônibus vá de mochila, bem leve de preferência.

Carro

Transfer para Jericoacoara
Caminho para Jericoacoara, passando pelo Parque Nacional de Jericoacoara e suas dunas. Foto: GC/Blog Vambora!

Quem quiser ir de carro próprio, pode fazer o trecho Fortaleza-Jijoca de Jericoacoara. Chegando em Jijoca, pode deixar o carro num dos diversos estacionamentos da cidade e seguir de jardineira até Jericoacoara.

Não é recomendado ir com carro próprio até Jeri, mesmo que 4×4, pois o trecho do Parque Nacional de Jericoacoara é totalmente de areia com muitas dunas, sendo que o caminho sempre está mudando, especialmente na época das chuvas, onde vão se formando lagoas. Para quem não sabe o caminho, a chance de atolar na areia é imensa, e lá, no meio do nada, o socorro pode demorar. Como dentro de Jeri não se pode andar de carro, acaba não valendo mesmo a pena ir por conta própria até Jeri.

Obs: A leitora Regina Célia deixou um comentário no nosso Facebook, dizendo de um outro jeito de ir para Jericoacoara, via Praia do Preá, para quem está de carro. De acordo com ela, “eles foram de carro próprio, que não é 4X4, pelas dunas, com um guia/motorista”, de uma uma associação de bugueiros, do Preá até Jeri, que os levou e trouxe de volta. Eles deixaram o carro estacionado em Jeri (pagaram R$10 reais,  enquanto em Jijoca de Jericoacoara era R$ 30). A gente não testou e não acompanhou outras pessoas fazendo esse trajeto, mas fica aqui o relato dela para quem quiser mais informações. Obrigada novamente por compartilhar a dica Regina Célia!

Transfer

Tranfer Jericoacoara Jeri Férias
Tranfer para Jericoacoara, saindo de Fortaleza, da empresa Jeri Férias. Foto: GC/Blog Vambora!

O jeito terrestre mais confortável atualmente de se chegar até Jericoacoara é indo de transfer. São diversas empresas turísticas que disponibilizam veículos 4×4 que te pegam em qualquer lugar de Fortaleza e deixam na porta do seu hotel/pousada em Jeri, valendo o mesmo para a volta.

O trajeto no total, direto entre Fortaleza e Jericoacoara, dura por volta de 4h/4h30, incluindo uma parada no meio do caminho para comer, banheiro, etc. Existe uma outra opção chamada de “Jeri via Praia” que passa por diversas praias da costa oeste cearense, incluindo Lagoinha e Flecheiras até chegar em Jericoacoara. A viagem, que acaba levando 7h é bem mais cara que o transfer direto e por só passar superficialmente por essas praias acaba não compensando muito.

Muitas empresas atualmente fazem o serviço de transfer, então vale a pena pesquisar bem antes de contratar o serviço. Nelas, é comum cobrarem ou por carros fechados (só para você e seus acompanhantes de viagem) ou num serviço compartilhado, melhor alternativa para quem vai sozinho ou em dupla, que foi nosso caso. Quanto mais pessoas forem com você, mais barato fica, por isso é muito comum, grupos pequenos sempre quererem se juntar para dividir os custos do transfer.

Depois de muito pesquisar, fechamos com a empresa Jeri Férias, muito bem recomendada no Tripadvisor por outros viajantes, e que oferecia no nosso caso o melhor custo benefício: R$ 750,00 ida e volta (Fortaleza-Jericoacoara) para duas pessoas, na alta temporada (Janeiro) num carro compartilhado, independentemente se iriam mais pessoas ou não. A maioria das outras empresas cobram R$ 500 o trecho, para duas pessoas em carro compartilhado.

Transfer 4x4 para Jericoacoara
Transfer 4×4 passando nas dunas do Parque Nacional de Jericoacoara. Foto: GC/Blog Vambora!

Na ida fomos numa Hylux 4×4, com 6 lugares, ultra confortável e na volta, já pegamos uma outra Hylux 4×4 para 5 pessoas. Nos dois trechos os motoristas foram ótimos, dirigiram super bem, foram educados e a viagem, mesmo que longa, passou bem rápido. Vendo as jardineiras e ônibus na estrada, no conforto dos nossos carros, com banco de couro, suspensão funcionando 100% nas dunas, ar condicionado no calor do Ceará, os R$ 350 por pessoa, pela passagem ida e volta valeram muitoooo a pena!

Você acerta com a agência, via email ou whatsapp, o horário que gostaria de sair de Fortaleza (e Jeri) e eles organizam tudo. Tanto na ida como na volta, a Jeri Férias foi bem pontual, o motorista estava nos esperando no aeroporto com uma placa, e devido a um atraso no voo de outros dois passageiros, nos deu ainda um desconto pela espera que tivemos no aeroporto (coisas de se usar transporte compartilhado, mas mesmo assim, compensou muito mais do que ir de ônibus, além de ser bem mais rápido). Na volta ficamos na porta do nosso hotel em Fortaleza, foi realmente muito bom, zero perrengue.

Dica: Evite chegar a noite em Jericoacoara, seja de ônibus seja de transfer. O caminho na parte das dunas não tem nenhuma sinalização, nem iluminação e as empresas de transfer geralmente cobram a mais para ir ou voltar de Jeri no período noturno.

Pelo ar: Novo aeroporto de Jericoacoara

Jericoacoara possui um aeroporto, localizado a 35 km do vilarejo, que até então só servia essencialmente helicópteros. Essa era a maneira até então que os ricos e famosos iam até Jeri, já que os preços do helicóptero são muito altos para a maioria das pessoas.

Mas uma ótima notícia no final de 2016 promete facilitar (e muito!) o trajeto Fortaleza – Jericoacoara: a Azul Linhas Aéreas e a GOL pediram para a Anac autorização para voar até Jericoacoara, o que não existia até então!

A Azul, tem dois voos até agora: um Recife – Jericoacoara, com 4 saídas semanais, e outro Campinas (Viracopos) – Jericoacoara, com 1 saída semanal aos sábados, a partir de 11 de Agosto/2017.

A GOL já confirmou voos para Jericoacoara fretados pela operadora CVC, funcionando a partir do dia 24/06/2017 e também voos comuns (a partir do dia 06/12/2017) com saídas do Aeroporto de Congonhas em São Paulo, aos sábados, partindo às 10h45. A volta para São Paulo será às 13h45, também no sábado.

Já soubemos que as agências locais estão se organizando para levar os passageiros do aeroporto até a vila, ou seja, facilidade do início ao fim, reduzindo em muito o tempo e desgaste da viagem. Vale entrar em contato com a sua pousada/hotel em Jericoacoara se eles oferecem o transfer privativo.

Outras opções: ir de transfer compartilhado do Aeroporto de Jericoacoara até a Vila, pela CooperJeri (R$ 60 por pessoa, por trecho), cujo serviço é oferecido no desembarque do próprio aeroporto (não é preciso agendar antes), OU, para quem quiser economizar um pouco (especialmente se estiver em grupo), pode pegar um táxi do aeroporto (R$ 60 por táxi, o trecho) até Jijoca de Jericoacoara e de lá pegar uma jardineira até a vila (esse trecho mais perrengue, por R$ 20/pessoa e trecho).

Agora é ver se o fluxo maior de visitantes que esse novo voo trará, irá mudar muito o clima de Jeri…

2-) Melhor época para ir em Jericoacoara

Pedra Furada em Jericoacoara
Pedra Furada em Jericoacoara: em Julho o sol de põe bem na sua abertura. Foto: GC/Blog Vambora!

Jeri tem basicamente duas estações: o “verão”, de Julho a Janeiro, que traz a temporada dos ventos (motivo da vinda de milhares visitantes que encontraram condições ideais para o kite e Wind surf na região) e o “inverno”, de Fevereiro a Junho, com a temporada de chuvas.

O vento já aviso, não é brincadeira, porque quando venta, é bemmm forte (daqueles que levam chapéu, boné sem dó e fazem a areia machucar a pele), mas o lado bom disso é o calor que fica mais ameno e quem pratica esportes como kite e wind surf faz a festa!

Arvore da Preguiça em Jericoacoara
Árvore da Preguiça em Jeri: ficou assim devido ao vento na região. Foto: GC/Blog Vambora!

Já a temporada de chuvas é essencial para encher as lagoas, as grandes joias de Jeri, de águas transparentes e deliciosas para banho. A temporada de chuva começa em meados de Janeiro (já nessa época o céu fica com mais nuvens, e chuvas a noite e pela manhã são comuns), se intensifica em Março e Abril, e começa a diminuir em Maio, quase zerando em Junho.

Assim, vale a pena ir para Jeri durante o “verão” da região, para aproveitar as lagoas que encheram durante o “inverno” e os ventos que permitem a prática de esportes náuticos.

Uma observação importante: em Dezembro, Janeiro, Julho e Agosto é altíssima temporada em Jericoacoara, já que é época de férias escolares no Brasil e na Europa. Jeri nesses meses, e em feriados, lota mesmooo, então para curtir a vila com mais tranquilidade, o ideal é ir fora desses períodos. Obs: É em Julho que o por do sol coincide com a abertura da Pedra Furada, outra grande atração de Jeri. Então se você fizer questão se ver esse espetáculo, Julho, mesmo que na alta temporada, é o mês para se ir em Jeri.

Parque Nacional de Jericoacoara
Parque Nacional de Jericoacoara durante a época de seca: lagoas quase vazias. Foto: GC/Blog Vambora!

Considerando então as condições naturais e o custo x benefício, idealmente é melhor ir para Jericoacoara em Junho, Setembro, Outubro ou Novembro (sempre fugindo dos feriados).

Última observação importante: nos últimos anos Jericoacoara sofreu muito com a seca, deixando muitas lagoas praticamente vazias. A Lagoa Azul, por exemplo, uma das grandes atrações de Jeri, está hoje fechada para turistas já que não tem praticamente água. 🙁 A Lagoa do Paraíso e a Lagoa Grande ainda tem água, ainda que num volume muito menor, se comparado a outros anos. Além disso, lagoas intermediárias que se formam no parque nacional de Jeri também não encheram na sua plenitude. Todos por lá estão torcendo para que esse ano as coisas mudem! Nós também!

Nos próximos posts, vamos dar dicas do que fazer em Jericoacoara, dos passeios até as melhores atrações, além de dicas de onde ficar, melhores lugares para comer e etc. Vambora se encantar também por Jeri!

*** Veja mais dicas de JERICOACORA:
Roteiro de Viagem para Jericoacoara: Sugestão de 3 a 6 dias
Onde se hospedar em Jericoacoara: dicas de Hotéis e Pousadas

Onde comer em Jericoacoara: restaurantes e bares que fomos e gostamos

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

17 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia Guta, adorei seu blog
    Sou de são Paulo e pretendo ir com mais 4 ou 5 pessoas para Jeri em fevereiro (22 a 25)
    Gostaria de saber se vc acha uma boa época para o passeio.
    Será ques encontraremos as lagoas cheias? Já ques vc falou ques começa a chover em meados de janeiro.
    Quais passeios dará pra fazer nesse curto espaço de tempo?
    Grata: sueli

    • Olá Sueli,
      Que bom que está gostando das dicas aqui do Vambora! 🙂
      Como a gente fala no post, o verão é uma época mais chuvosa com as lagoas enchendo ainda. Se não tiver outra opção, vá nessa data mesmo, mas considere que podem pegar um pouco de chuva e não ver as lagoas em todo o seu esplendor.
      Sobre o que fazer, a gente tem um post com os passeios mais essenciais para quem tem pouco ou bastante tempo, veja aqui: https://www.blogvambora.com.br/viagem-para-jericoacoara-roteiro/
      Acredito que vá te ajudar!
      Boa viagem!

  2. Bom dia gostaria de algumas dicas.
    Minhas férias são em meio de janeiro, e estou pretendendo ir para Jeri dia 18/01/18. Acha q é uma boa data?
    Vou pegar algumas lagoas? Ou vou pegar chuva?

    Agradeço a dica!

    • Olá Talita,
      Como a gente fala aqui no post, janeiro é uma época em que as lagoas de Jeri não estão cheias e é quando começa o período de chuvas.
      Nós fomos exatamente nessa época esse ano e pegamos pouca chuva (apenas alguns dias pela manhã e a noite, o restante dos dias muito sol e calor) e mesmo com as lagoas ainda pouco cheias, a viagem valeu a pena pelo nosso ponto de vista (ótima promoção de passagem + período que dava para viajar! rs)
      Vale você ver o que você deseja e se puder ir em outra época mais ideal, pode ser o caso para ver as lagoas em sua exuberância.
      Boa viagem!

  3. Que dicas maravilhosas. Vou decidir meu próximo destino e procurar referências aqui com toda certeza.
    Cheguei esse mês de Jericoacoara e ainda estou em choque com a beleza do lugar rsrs.
    Fui de transfer porque para mim foi mais comodo e mais seguro que ônibus por exemplo.
    A empresa que me levou foi ótima que foi a jerirotas e fez tudo como combinamos.

    Antes da proxima viagem venho visitar e pegar suas dicas, parabéns pelo blog, beijos.

  4. Suas dicas sao ótimas, me tornei leitora.
    Eu fui com a empresa Jeri rotas, foi facil achar eles pelos contatos do site (www.jerirotas.com.br). Quantos aos valores que falou, nao foi assim. Pagamos sim 500$ o trecho mais em transfer privativo, pois nao queriamos ninguem no nosso carro, por questao de privacidade mesmo. O conpartilhado é bem mais barato.
    Mais falando de Jericoacoara nos adoramos e na próxima viagem volto ao blog. Beijos

  5. Olá,estou indo agora dia 14/01. Ficarei hospedada na prais de Preá, pois já não havia vagas em Jeri. Vovê sabe me dizer sobre transporte/meios para ir de Preá pra vila? Parece qur jardineiras fazem esse trajeto de hora em hora, tipo ônibus, mas não consegui confirmar esta informação em nenhum lugar…obrigada 🙂

    • Olá Rose,
      Há muitas jardineiras e pessoas que fazem o trajeto sim. Chegando na sua pousada no Preá vão poder te informar melhor sobre os horários e local exato de saída, mas elas existem sim.
      Boa viagem!

  6. Sobre o aeroporto de Cruz e voos diretos pra se chegar à Jeri…fechei um táxi que me cobrou R$80,00 pra fazer o translado do aeroporto até a pousada!Somos 5…os bugueiros me pediram R$250 pelo mesmo trajeto!

  7. Oi Blogvambora! Estou com vontade de ir em Abril conhecer Jeri,nas minhas férias,na segunda semana, será que eu vou encontrar sol por lá, e fazer passeio pelo lado Leste, que são das lagoas? Obrigada!

    • Olá Vera Lúcia,
      Como a gente conta aqui no post, a melhor época para viajar para Jeri é de Julho a Janeiro. Em Abril é temporada de chuvas, então pode ser que o tempo não esteja tão bom. Em Abril também as lagoas estarão começando a encher.
      Vale ver se vale a pena!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui