Vivendo e aprendendo: Dicas para viajar de trem na Europa

5
Viagem de trem na Europa
Viajando de trem na Europa. Foto: GC/Blog Vambora!

Viajar de trem na Europa é uma das coisas mais agradáveis e fáceis de se fazer quando estiver no continente. Com uma linha férrea imensa e distâncias pequenas, viajar de trem acaba sendo muitas vezes mais fácil e rápido do que viajar de avião (que inclui check in, imigração, raio x e todos os procedimentos de bordo). Para quem viaja de trem na Europa basta chegar com um pouco de antecedência na estação, mostrar seu bilhete, entrar no trem e ir embora!

Cada país europeu tem uma rede de trem específica, muitas vezes estatal, onde é possível comprar um bilhete único ou passes (para diversos dias) online ou pessoalmente nas estações. Outra opção é comprar via outras empresas que fazem parte de consórcios internacionais e vendem as passagens para pessoas fora da Europa (caso de nós brasileiros), pagando em geral alguma taxa (por ser um revendedor e não a empresa em si), porém com a comodidade de ter um site em português, sem problemas com aceitação de pagamento com cartões (o que ás vezes acontece em sites europeus) e de fácil visualização e entendimento.

Site Rail Europe
Site da Rail Europe. Foto: Reprodução

A maior empresa desse tipo do mundo é a Rail Europe, uma joint venture entre a Ferrovia Nacional Francesa (SNCF) e a Ferrovia Federal Suíça (SBB) mas que vende internacionalmente bilhetes de trem do continente europeu para compradores de todo o mundo, incluindo nós aqui do Brasil. O site é bem intuitivo e dá para procurar fácil bilhetes e passes de trem por praticamente toda Europa e há sempre promoções na página principal dando descontos.

Então, se você estiver animado para fazer uma viagem de trem na Europa, vale seguir as dicas abaixo para planejar sua viagem:

-> Pesquise os valores com antecedência

Vale começar a busca de bilhetes, em geral, com três meses de antecedência para aproveitar promoções e descontos que só aparecem nessas horas e nunca muito antes ou muito próximo da viagem.

-> Cuidado com o tamanho da mala

Em geral os trens na Europa possuem espaços para bagagens (de tamanho médio a grande) porém são poucos e tendem a encher rápido, sendo essa umas das desvantagens em relação a viagem de avião. Como não há carregadores e todos os passageiros são responsáveis por colocar suas malas nos trens, viajar leve e com bagagem pequenas (para colocar direto no bagageiro acima do seu assento) é a melhor solução. De qualquer maneira, o limite de bagagem por pessoa nos trens, é em geral de duas malas grandes por pessoa.

-> Descontos para diferentes idades

Em geral crianças, jovens (até 25 anos), idosos (mais de 60 anos) e pessoas viajando em grupos (duas ou mais pessoas), tem direito a descontos especiais na compra de passes de trem. Vale ficar de olho nisso na hora de pesquisar.

-> Pontualidade

Ao contrário de aviões, os trens são bem pontuais e por isso não dá para bobear na hora de embarcar. Como os trens chegam nas plataformas com alguns minutos de antecedência, chegar muito antes também não é uma boa, por isso sempre conte com uns 30 minutos para achar sua plataforma, esperar um pouco e entrar no trem sem correria.

-> Veja se seu trem precisa de reserva

Em geral em todos os trens rápidos, noturnos e panorâmicos europeus (na Suíça, por exemplo), você precisa fazer uma reserva de assento. Isso pode ser feito diretamente no site na hora da compra do bilhete.

-> E-Ticket e bilhete físico

Dependendo da companhia de trem é possível imprimir um e-ticket em casa e levar o mesmo na hora de viajar mas as vezes só é possível viajar com um bilhete físico. Em geral esse demora até 5 dia para chegar para o Brasil via sedex. Na hora de finalizar a compra online você consegue ver quais são suas opções para aquela determinada viagem ou passe de trem.

Sabendo dessas dicas básicas, Vambora viajar de trem na Europa?

+ informações: http://www.raileurope.com.br

* Post publieditorial

*** Veja também:
Como conseguir comprar passagens de Trem pela Renfe na Espanha
Trem AVE: Madrid Barcelona a 300 km/h

Italo: o novo trem de alta velocidade da Ferrari na Itália

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

5 COMENTÁRIOS

  1. Para qualquer viagem de trem na Europa sugiro obter primeiramente informações úteis sobre o trecho específico através do site ou da aplicação da DB (Empresa Alemã). Ela possui o maior banco de dados contendo detalhes sobre o deslocamento em questão : possibilidades de horário, duração da viagem, tipo de trem e seu código, número de paradas ou troca de veículos, plataforma etc. Com estas informações fica fácil você comprar na empresa responsável.

  2. boa tarde

    Farei uma viagem para Europa em Julho e gostaria de comprar aqui no Brasil as passagens de trem.

    o roteiro é o seguinte:

    19 a 21 em Genebra
    21 a 25 em Lucerna – nesses dias visitarei algumas cidades, fazendo Lucerna como base
    25 a 26 – Zurique
    26 a 30 – Munique
    30 a 02 – viena
    02 a 05 – budapeste
    05 a 09 – praga.

    preciso me locomover dentro da Suiça e depois para essas outras cidades, sendo que de Budapeste para Praga penso em fazer de avião pela distância.

    estou perdida pois estou achando as passagens muito caras e não sei se compro o pacote ou individual, sendo que viajo com meu filho de 10 anos e li sobre o pacote família que ele não pagaria na Swiss Pass.
    e qual empresa de trem vc me recomenda para comprar de Zurique para Munique e munique- Viena, Viena- Budapeste ?

    obrigada pela atenção.

    • Olá Mariana,
      Além do site da Rail Europe um outro ótimo site para pesquisar passagens de trem na Europa é o da DB Bahn (a Deutsche Bahn que é a empresa alemã ferroviária). Nele você consegue pesquisar os trechos que deseja, incluindo os que não passam pela Alemanha (dai eles te redirecionam para a companhia de trem que serve o local) e você consegue comprar tudo online, incluindo para seu filho que paga menos (tarifa estudante).
      Dê uma olhada neles! Espero ter ajudado!
      Boa viagem!

  3. Caros leitores, gostaria de compartilhar com vocês a péssima experiência que tive com a RailEurope, para que tirem suas próprias conclusões.

    Em setembro de 2015, meu namorado e eu fizemos uma viagem pela Europa. Visitamos Itália e Áustria, e os deslocamentos entre estes dois países foram feitos de trem. Os bilhetes de trem foram adquiridos na agência Rail Europe e emitidos aqui no Brasil, através do site “www.raileurope.com.br”.
    Para retornar ao Brasil, tomaríamos um trem partindo da Aústria para a Itália, passando pela Suíça. Chegaríamos a Milão, de onde embarcaríamos num vôo de volta para o Brasil. Entretanto, no trecho de trem entre a Áustria e a Suíça, houve um atraso de 4 (quatro) horas, e este atraso nos fez perder nossa conexão de trem entre a Suíça e a Itália, bem como o nosso vôo de volta para o Brasil.
    Acreditávamos que, em virtude do atraso, a companhia de trem se encarregaria de nos providenciar outras formas de conexão para Milão (seja via férrea ou via aérea), entretanto nenhuma alternativa foi apresentada. Pelo contrário, chegamos a ouvir de funcionários da companhia que esse tipo de prejuízo deveria ser solucionado por nosso seguro de viagens (nós até havíamos contratado um seguro de viagens, ocorre que a cobertura só incluía atrasos de vôos).
    Ao perceber que a companhia férrea nada faria para nos auxiliar, não restou outra alternativa senão comprar novas passagens aéreas de volta para o Brasil. Nossas despesas com o vôo emergencial ficaram em torno de R$ 6.000,00 (seis mil reais) por pessoa, ou seja, nossa despesa extraordinária total ficou em torno de R$ 12.000,00 (doze mil reais). A única coisa que nos tranquilizava era a perspectiva de poder reaver nosso prejuízo chegando ao Brasil. Pensávamos que, na remota hipótese de a companhia se recusar a nos reembolsar após uma negociação amigável, restaria a via judicial.
    Para nossa decepção, após trocarmos alguns e-mails com a Rail Europe, recebemos a resposta de que não seríamos reembolsados. Foi então que decidimos procurar um advogado para ingressar com uma ação no Juizado Especial Cível, com um pedido de indenização por danos materiais e morais. Nova decepção: nosso advogado apurou que, apesar de o site da Rail Europe estar escrito em português e possuir domínio no Brasil (.com.br), a agência não tem filial ou escritório em nosso país.
    O escritório da Rail Europe mais próximo ao Brasil situa-se em Buenos Aires, na Argentina. Isso significa que, para mover uma ação contra a companhia, não podemos nos valer dos Juizados Especiais Cíveis, onde os processos são isentos de custas na primeira instância. Se quisermos recuperar nosso prejuízo, teremos novas e vultosas despesas para dar entrada na ação em uma Vara Cível e solicitar que a Rail Europe seja citada através de uma Carta Rogatória (documento através do qual um juiz brasileiro solicita a um juiz de outro país que comunique ao réu sobre a existência de um processo e o prazo para apresentar defesa).
    Ou seja, a Rail Europe disponibiliza um site em português, facilita as compras através de cartões de crédito mas, por não possuir filial ou escritório no Brasil, não se sujeita às nossas leis de proteção ao consumidor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui