Relato de viagem: Andaluzia – Um roteiro de viagem pelo sul da Espanha

10
Mezquita-Catedral de Córdoba, uma das maiores atrações da Andaluzia.
A Mezquita-Catedral de Córdoba, uma das maiores atrações da Andaluzia. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

Chegou a hora de viajar pelo sul da Espanha aqui no blog! A nossa amiga e colaboradora, a arquiteta Camila fez uma viagem dos sonhos pela Andaluzia, uma das mais lindas regiões da Europa, cheia de segredos, histórias e paisagens lindas, além de ótimos preços!

Nos próximos posts a Camila vai contar tudo sobre essa viagem que fez pela Andaluzia (incluindo cidades famosas como Sevilha, Granada, Ronda, Córdoba e Málaga) contando todas as dicas e roteiro completo, incluindo as maiores atrações, que visitou por lá. Vambora!

Nerja, playa del carabeo, na Andaluzia, Espanha
Nerja, na região praiana da Costa del Sol”, na Andaluzia. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

“A Andaluzia, no sul da Espanha, é uma das rotas turísticas mais conhecidas e queridas da Europa e pode ser percorrida de carro sem complicações..

A região foi ocupada ao longo dos séculos por diversas culturas, sendo que passaram pelo território fenícios, celtas, romanos, muçulmanos e cartagineses. As mais fortes influências culturais ainda notáveis são a árabe e a romana, reconhecíveis principalmente na arquitetura, nas tradições e na culinária. Em muitas cidades do sul da Espanha existem castelos – chamados de Alcázar – onde viveram os califas na época da ocupação muçulmana, que se deu entre os anos de 711 a 1492 d.C..

Muitas casas na Andaluzia também ainda apresentam feições árabes: são vilas charmosas com um pátio amplo (muitas vezes, dois), local reservado para encontros, eventos festivos e para iluminar e ventilar os cômodos. Muitas vezes há também vegetação e fontes nos pátios, o que torna a atmosfera ainda mais agradável e fresca no ameno clima mediterrâneo. É possível ainda hoje conhecer muitas dessas casas que foram convertidas em museus ou restaurantes.

Macacos no estreito de Gibraltar
Nada mal essa vista dos macacos que vivem no estreito de Gibraltar, área mais próxima entre Europa e África. Incrível! Foto: Christian Bothe/Blog Vambora!

Nossa viagem pela Andaluzia começou em Málaga, onde alugamos um carro no aeroporto e começamos a rota conhecendo a própria cidade. De lá seguimos viagem visitando Gibraltar, Ronda, Sevilha, Córdoba, Granada, Nerja, Torremolinos e, por fim, voltamos para Málaga, de onde saía nosso voo. Fizemos a viagem em 11 dias e pudemos aproveitar bem a estada em cada cidade sem gastar muito dinheiro. Hospedagem e alimentação na Espanha são bem mais baratas do que em outros países europeus, o que faz o país ainda mais atrativo aos turistas. Culinária deliciosa, paisagens paradisíacas, clima super agradável e, ainda por cima, em conta. É sem dúvida uma linda viagem! Veja abaixo todos os detalhes desse roteiro:

Como circular pela região da Andaluzia

Além do carro, dá para viajar pela Andaluzia, usando ônibus ou o trem, ambos também muito práticos e indicados aos turistas. No entanto, para quem não viaja sozinho, alugar um carro pode acabar saindo mais em conta que viajar de trem ou de ônibus. Outra vantagem do carro é a flexibilidade, um diferencial nessa bela região, que esconde em cada canto uma bela paisagem e pequenas surpresas que só podem ser aproveitadas por quem tem mais liberdade para fazer o percurso.

A região da Andaluzia é facilmente acessada de trem de cidades como Madrid, mas para quem pretende viajar de avião, os aeroportos mais conhecidos são os de Málaga, Sevilha, Córdoba e Granada. Uma dica para quem tem origem em algum país europeu com destino à Andaluzia, como foi o nosso caso, é pesquisar os preços dos voos mais baratos partindo para qualquer um dos aeroportos da região. Chegando em qualquer uma das maiores cidades da Andaluzia é possível alugar um carro no próprio aeroporto e devolvê-lo em outro aeroporto, por exemplo.

Roteiro de Viagem pela Andaluzia

1-) Málaga – 2 noites

Alcazaba em Málaga
Vista de Málaga, do “Alcazaba”. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

Começamos nossa viagem por Málaga, uma cidade extremamente agradável, localizada na “Costa del Sol” espanhola. As principais atrações turísticas se localizam próximas ao centro e pode-se conhecê-las a pé, numa agradável caminhada pela bela cidade.

+ Veja aqui ingressos e passeios pela região da Andaluzia

Uma boa dica é visitar o “Alcazaba” (a fortificação medieval de Málaga) pela manhã, de onde se tem uma ampla e bela vista do mar e da cidade, e descer para almoçar nas redondezas do calçadão próximo ao Teatro Romano. À tarde não pode faltar um passeio pelo “Parque de la Alameda” para observar suas lindas palmeiras e demais plantas ou mesmo para descansar um pouco em um de seus bancos.

Malaga, Alcazaba, na Andaluzia, Espanha
“Alcazaba”, a fortificação medieval de Málaga. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

No fim do dia, uma caminhada pelo calçadão do “Paseo del Muelle Dos” chegando ao “Muelle Uno” para um agradável jantar com vista para os barcos atracados na marina e a fortificação ao topo da montanha.

Algumas das outras atrações turísticas da cidade que merecem uma visita são o “Mirador de Gibralfaro”, com entrada gratuita e de onde se tem uma maravilhosa vista da cidade e do mar; o “Museo Casa Natal de Picasso”, onde nasceu o pintor Pablo Picasso; a “Catedral de la Encarnación de Málaga”, com suas enormes proporções em meio ao estreito tecido urbano do centro histórico da cidade; e a “Plaza de La Merced”, um local muito agradável e despojado com muitos bares e restaurantes com preços bastante acessíveis.

2-) Málaga – Gibraltar – Ronda – Sevilha

The Rock no Estreito de Gibraltar
The Rock no Estreito de Gibraltar. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

De Málaga partimos para a famosa Gibraltar, cidade pertencente à Inglaterra e que dá nome ao estreito que separa a Europa e África por apenas 13km, na sua parte mais próxima.

Por ser uma cidade inglesa e que não faz parte do Tratado de Schengen, é preciso passar pela fronteira e pelo controle de passaportes. Logo após a fronteira há um stand de vendas de entradas para as principais atrações turísticas da cidade, assim como para o teleférico que leva ao topo da montanha chamada “The Rock of Gibraltar”, uma das maiores atrações da região.

Quando fomos o teleférico estava em manutenção, mas há também táxi/vans fazem o serviço de transporte. É também possível subir a montanha gratuitamente a pé e somente observar a bela paisagem e a costa africana do outro lado do Mar Mediterrâneo, mas para essa caminhada são necessárias cerca de 4 horas.

Macacos de Gibraltar
Outra atração do lugar: os macacos-de-gibraltar! Foto: Christian Bothe/Blog Vambora!

Além da bela paisagem, outra atração imperdível de Gibraltar são os Macaca sylvanus ou macacos-de-gibraltar, que vivem na montanha desde a invasão inglesa. É possível fazer um tour guiado com um taxista por Gibraltar, que explica muitos fatos históricos curiosos relacionados à cidade, sendo que essa pode ser uma ótima opção para quem, como nós, não pretende se estender muito na visita à cidade. Próximo ao calçadão do centro há muitos bares e restaurantes, boa parte com pratos ingleses ou internacionais. Os preços são geralmente indicados em Libras, mas é possível muitas vezes pagar com Euros ou com cartão.

Cidade de Ronda, na Andaluzia
A linda Ronda! Foto: Christian Bothe/Blog Vambora!

Seguindo viagem para Sevilha é possível fazer paradas em duas cidades históricas muito bonitas: “Setenil de Las Bodegas”, com suas belas casas construídas sob os rochedos, e “Ronda”, com seu profundo cânion que divide a cidade. A viagem entre a costa mediterrânea e a região montanhosa foi um dos trechos mais bonitos e impressionantes que percorremos, pois as estradas seguem a topografia das montanhas e com o zigue-zague você acaba descobrindo a cada momento novas e lindas paisagens.

3-) Sevilha – 2 noites

Plaza de Espana em Sevilha
Plaza de Espana de Sevilha. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

Sevilha, a capital da Andaluzia, é uma cidade grande e muito dinâmica. O antigo e o contemporâneo se misturam por suas ruas, principalmente no centro histórico. Não se pode deixar de visitar o: “Palácio Real Alcázar”, a bela fortificação da cidade e a “Plaza de España”, uma linda construção hoje ocupada pelo governo. Interessante que para quem é fã de filmes e séries, o Alcázar já foi cenário da série Game of Thrones, representando Dorne e a Plaza de España foi set de filmagem do filme “Star Wars Episodio II: O Ataque dos Clones”.

+ Tours e passeios em Sevilha

Parasol em Sevilha
Parasol em Sevilha. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

Outro marco na cidade antiga e que vale a pena a visita é o “Espacio Metropol Parasol”. A construção contemporânea feita em madeira (a maior do tipo do mundo) possui 4 andares: no subterrâneo o Antiquarium, uma espécie de museu onde ficam em exibição vestígios arqueológicos romanos e árabes; o piso 1, térreo, onde há um mercado central e os pisos 2 e 3 que são terraços panorâmicos, com restaurante e lindas vistas de Sevilha, especialmente no por do sol.

4-) Córdoba – 2 noites

Alcazar de los Reyes Cristianos, em Corboba
Alcazar de los Reyes Cristianos, em Córdoba. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

A próxima parada dessa viagem pela Andaluzia foi Córdoba, a mais adorável de todas as cidades que visitamos, em nossa opinião. O centro histórico é muito agradável para passear a pé e as pequenas praças com restaurantes são encantadoras!

A principal atração da cidade é a “Mezquita-Catedral de Córdoba”, uma mesquita que foi transformada em catedral pelos romanos que ocuparam a região após a saída dos árabes. É um ícone da arquitetura e uma das mais interessantes obras religiosas existentes no mundo, justamente pelo fato de ter sido reformada para abrigar o culto de outra religião.

Uma dica simples para não ter que aguardar muito tempo nas longas filas para comprar as entradas na atração: utilize as máquinas automáticas de emissão de ingressos. A maior parte das pessoas prefere aguardar no guichê para comprar as admissões com um funcionário e, assim, as filas das máquinas são sempre incrivelmente menores.

Interior da Mesquita Catedral de Corboba
Interior da Mesquita Catedral de Córboba. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

Depois de visitar a mesquita-catedral, vale a pena atravessar a “Puente Romano” e observar a paisagem da cidade e do rio Guadalquivir. Como de praxe na Andaluzia, há também na cidade um palácio com um grandioso jardim, o “Alcázar de los Reyes Cristianos”.

Logo ao lado da entrada do Alcázar ficam os “Baños de Alcázar Califal”, também muito interessantes de se conhecer. Fique atento para as datas de visita gratuita no site do Alcázar, elas geralmente acontecem uma vez por mês e podem coincidir com suas datas de viagem (veja aqui).

Outra atração ótima em Córdoba é o “Museo Taurino”, que conta a história das touradas e explica sua forte ligação com a cultura espanhola.

Em todo o centro histórico – que é em boa parte restrito para pedestres,– é possível descobrir algo interessante em cada esquina, seja uma lojinha de souvenirs bonitos, um restaurante ou um museu. Nossa dica é: desbrave mesmo que sem rumo essa bela cidade, você com certeza vai se impressionar bastante!

5-) Granada – 2  noites

Granada - Alhamba vista do Mirador San Nicolas
Vista panorâmica de Granada do “Mirador San Nicolás”. Foto: Christian Bothe/Blog Vambora!

Seguindo viagem, fomos para Granada, onde no caminho se vê as plantações de oliveiras e a vista da “Sierra Nevada”, um maciço montanhoso de maior altitude da Espanha e terceiro maior da Europa (depois do Cáucaso e dos Alpes). Há uma estação de ski por lá também e seu pico chega a 3 482 m.

Chegando em Granada, a principal atração da cidade é a “Alhambra”, um conjunto de construções que formam a fortaleza da cidade e que é patrimônio histórico mundial. É sem dúvida a fortificação mais famosa da região da Andaluzia e da Espanha!

Alhambra em Granada
Alhambra em Granada. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

É possível reservar os tickets com antecedência via internet ou mesmo comprá-los em pontos de vendas na própria cidade (veja aqui). Como o número de visitantes é restrito, é necessário comprar a entrada para um determinado horário. Há diversos tipos de ingressos e um deles dá acesso a todas as edificações do complexo. Reserve um dia todo, ou ao menos meio dia para a visita, assim terá tempo de conhecer tudo sem pressa. Só uma dica: fique atento para o horário escrito em seu ticket pois ele só vale para o acesso aos “Palacios Nazaries” (a principal atração do complexo) porém antes desse horário já é permitido o acesso as demais áreas.

Devido a sua interessante topografia, é possível ver a “Alhambra” de muitos pontos diferentes de Granada. A principal dica para quem quer ter uma vista panorâmica da cidade com a fortificação ao fundo é o “Mirador San Nicolás”, que fica localizado no bairro judeu mais antigo de Granada, o “El Abaicín” – este também uma atração à parte, onde se encontram muitos hotéis, restaurantes e bares. Muitos fecham, no entanto, na baixa temporada.

lojas em Granada
Lojas em Granada. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

O centro de Granada possui muitos calçadões e é muito agitado, com seus diversos bares e restaurantes. Muitos jovens vivem em Granada, o que influencia sua dinâmica cena cultural. Lá encontram-se muitos artistas de rua por todo o canto, assim como vendedores que expõem suas mercadorias no lado de fora de suas vendas, como ao longo da rua “Calle Elvira” e arredores. Para quem prefere aproveitar a noite com mais tranquilidade, uma boa opção é o “Passeo de los Tristes”, de onde se tem também uma bela vista da Alhambra e onde se pode tomar um vinho e comer tapas no calçadão com sossego.

6-) Nerja – 1 noite

Praia em Nerja, na Andaluzia
Praia De La Torrecill em Nerja, na Andaluzia. Foto: Camila Belllatini/Blog Vambora!

Antes de voltar para Málaga, fizemos mais uma parada na bela e acolhedora cidade de Nerja para curtir um dia de praia depois de tanta história e cultura. Também localizada na “Costa del Sol”, a cidade impressiona por sua organização, limpeza e beleza. A “Plaza Balcón de Europa”, localizada em posição estratégica com uma bela vista do mar, é o coração da cidade, com restaurantes, hotéis, igreja e sorveterias.

Há muitas belas praias em Nerja mas a que mais nos agradou foi a “Playa Burriana”. Lá encontram-se restaurantes na praia com pratos deliciosos, assim como sorveterias e bares. Pode-se também alugar um guarda-sol e utilizar o serviço desses estabelecimentos.

7-) Torremollinos – 1 noite

Torremolinos, praia de los ulamos, na Andaluzia
Torremolinos, Praia de los Álamos, na Andaluzia. Foto: Camila Bellatini/Blog Vambora!

E então hora de voltar para Málaga e rumar de volta para casa. Para quem já tiver conhecido a cidade o suficiente, uma boa possibilidade é pernoitar em “Torremolinos”, o distrito de Málaga onde se localiza o aeroporto. Gostamos muito da “Playa de los Álamos”, que nos lembrou as praias do litoral paulistano, com seus calçadões e quiosques. De Torremolinos também é possível pegar um metrô e viajar rapidamente ao aeroporto.

Só podemos recomendar uma viagem à Andaluzia. O povo é muito caloroso e educado, a comida deliciosa, as hospedagens bastante boas e em conta, e as paisagens, incríveis!”

No próximo post, a Camila dá dicas para aproveitar o melhor da famosa culinária da região, com dicas de onde comer muito bem, sem gastar muito, na Andaluzia. Vambora!

*** Veja mais dicas da ESPANHA no blog:
– Todas as dicas de MADRID
– Todas as dicas de BARCELONA
– Todas as dicas de VALÊNCIA

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

10 COMENTÁRIOS

  1. Olá.

    Adorei seu post sobre a viagem a Andaluzia. Eu me minha esposa iremos fazer o percurso em janeiro de 2017 e já temos todo o roteiro planejado.
    Gostaria de saber de vocês sobre locais e valores para estacionar os carros nas principais cidades: Sevilha, Cordoba, Granada, Malaga, Cadiz e Ronda.

    Obrigado

    • Olá Gervásio,
      Nossa colaboradora que foi para lá dá as seguintes dicas:
      – Os estacionamentos ficam geralmente fora dos centros históricos. Em Sevilla e em Córdoba, por exemplo, o hotel deles tinha estacionamento e deixavam o carro lá para visitar a cidade, o que facilita bastante (vale antes de reservar o seu hotel, ver se ele possui estacionamento, pode ser uma vantagem). Já em Granada, por exemplo, usaram esse estacionamento: http://www.parkvia.com/es-ES/parking-ciudad/ciudad-de-granada/parking-hh-maristas-granada
      – Uma outra dica boa é caso não tenham hotel com estacionamento, vale fechar um valor fixo para o período total em que estiver na cidade no estacionamento escolhido, ao invés de pagar por hora de uso.
      Boa viagem!

  2. Amei as dicas e o roteiro!
    Vou agora em novembro. Ia fazer tudo de trem, mas estou considerando alugar um carro. Assim como Gervasio, quanto voces gastaram com gasolina? Gasolina é cara na Espanha? Era fácil dirigir nas ruazinhas? Me lembro que estacionar em Madrid era quase impossível, o mesmo acontece nessas cidades menores?
    Ficarei muito agradecida se puderem comentar! 🙂

    Abraços.

  3. Olá Guta, preciso de sua ajuda : Vou para o Sul da Espanha e pretendo fazer o seguinte roteiro : de Sevilha a Málaga, de Málaga a Granada, de Granada passando por Almeria até Cartagena, de Cartagena a Valencia e de Valencia a Barcelona. Disponho de uns 18 dias. Vc acha que esse roteiro é bom ? Quantos dias ficar em cada lugar ? É melhor alugar um carro em Sevilha e devolver em Barcelona, ou faço tudo de Trem ? Grato por sua ajuda, abços..

    • Olá Ocimar,
      Vale muito do seu gosto e se deseja ter mais liberdade de conhecer cidades pequenas durante os trajetos. Como os centros históricos são fechados para carros na maior parte das cidades, o automóvel será usado mais entre as cidades. Caso deseje visitar alguma praia mais específica, por exemplo, ter um carro facilita. Caso decida ir de trem, nas cidades menores vale ver se existem trens diretos ou não (o que pode fazer a viagem demorar mais).
      Sobre a quantidade de dias, demos essa ideia aqui do sul da Espanha, mas no blog temos sugestões de tempo e passeios em Barcelona e Valência também, veja aqui:
      – Barcelona: https://www.blogvambora.com.br/destinos/barcelona/
      – Valência: https://www.blogvambora.com.br/destinos/valencia/
      Boa viagem!

  4. Bom dia!
    Uma informação por favor:
    De uma cidade à outra de trem ou bus, é preciso comprar o bilhete com antecipação? ou pode-se comprar na hora!
    Vou em Outubro para Andaluzia, 7 cidades, não sei se devo comprar por aqui ou lá na hora de embarcar!!
    Obrigada pela dica!

    • Olá Arlete,
      Se conseguir comprar com antecedência é melhor, pois consegue as melhores tarifas com desconto. Comprando na hora tem a chance de ser mais caro ou não ter passagens para o horário que deseja.
      Boa viagem!

  5. Pretendemos ir para espanha em julho/2018. Se ficarmos sediados em granada, é possível fazer bate/volta pra Córdoba, valência, Gibraltar, Sevilha e outras cidades? Verifiquei que as distâncias giram em torno de 250km aproximadamente.
    Obrigado
    Moacir

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui