Viajante Gourmet: Vinhos Chilenos (Parte II) – Onde é melhor comprar e como trazer para o Brasil

6
Vinhos. Foto: 96dpi, Flickr
Foto: 96dpi, Flickr

Depois de descobrir no post anterior um pouco mais sobre as regiões vinícolas do Chile e alguns dos rótulos com melhor custo x benefício para experimentar e comprar no país, chegou a hora de descobrir exatamente os melhores lugares onde comprá-los e dicas para trazer seus vinhos chilenos favoritos em segurança de volta para o Brasil.

Conto aqui como foi minha experiência e também com ajuda do David Gormaz, do blog Like Chile (especializado em dicas do país) que me ajudou lá in loco e cujas dicas compartilho aqui no Vambora! Confira:

1-) Onde é melhor comprar vinhos no Chile?

Como vimos no post anterior, depois de conhecer melhor as regiões produtoras e alguns dos vinhos chilenos mais legais (confira aqui) uma dica que o David dá é “visitar uma casa de vinhos, para experimentar alguns rótulos é já ir procurando qual vinho é sua cara”. Com aquela lista dá para ter uma idéia de qual tipo de vinho também pode lhe agradar mais (tinto mais forte ou branco mais suave e de qual região) para dai procurar outras opções de rótulos. Em Santiago, por exemplo, o David recomenda ir ao “Bar Bocanáriz onde se pode experimentar varias taças de vinho, bem como comprar tanto no restaurante, como já fazer uma lista e procurar no Duty Free”.

Muita gente prefere comprar vinhos durante a viagem, seja em lojas especializadas, restaurantes, supermercados e até nas próprias vinícolas, durante uma visita. Dependendo do tipo do vinho e do preço, até vale a pena, mas por uma questão prática (de não ter que ficar carregando garrafas e garrafas durante toda a viagem) a melhor opção é fazer essas compras no seu destino final de viagem ou deixar para comprar no free shop de Santiago.

Importante: no free shop há muita variedade, porém safras, bem como rótulos muito específicos dificilmente são encontrados. Dessa forma, para vinhos mais diferenciados vale comprar em lugares específicos, para vinhos mais cotidianos, vale até comprar em lojas e supermercados antes de embarcar, e para vinhos um pouco melhores, até aqueles para dar de presente, vale deixar as compras para o free shop já na volta para o Brasil.

2-) E quantos vinhos eu posso trazer para o Brasil?

A receita federal do Brasil permite: Total de compras no valor de até US$ 500 no exterior (incluindo free shops em aeroportos não brasileiros, como por exemplo o de Santiago) + US$ 500 em compras no Duty Free Shop do Brasil.

No caso específico de bebidas alcoólicas, não se pode exceder o número de 24 garrafas no total, compradas no Free Shop brasileiro, sendo no máximo, 12 garrafas de um único tipo de bebida (por exemplo: 12 garrafas de vinhos e 12 whiskies).

Para compras feitas no exterior, incluindo no free shop do Chile, é possível trazer bebidas alcoólicas, num total de até 12 litros, que é claro fique dentro da cota dos US$ 500 para não serem taxadas. Importante: no caso de compras feitas fora do Brasil, sempre tenha em mãos a nota para evitar problemas na hora de passar pela receita federal.

No site da receita é possível ter mais informações sobre outros itens e limites permitidos: http://bit.ly/28YKFx2

3-) E como levar / transportar os vinhos para o Brasil?

Quem compra antes de embarcar, precisa despachar as suas garrafas. Algumas lojas específicas fazem embalagens com papel bolha, facilitando o transporte ou até mesmo enviam caixas para o Brasil. Se esse não for o seu caso, o jeito é improvisar:

Faça sua mala já pensando na disposição dos vinhos. Os proteja em sacos plásticos e depois os enrole em muitas roupas para evitar batidas, sempre colocando entre uma garrafa e outra mais roupas para que as garrafas não se choquem uma contra as outras.

– Outra tática comum é colocar as garrafas dentro de meias (quanto mais camadas melhor), que se adaptam bem ao formato da garrafa. Ainda sim, a dica de colocar roupas entre garrafas e ao redor delas na mala, protegendo com saco plástico, continua valendo.

Quem compra no Free Shop precisa pensar também no transporte. Em geral no Duty Free de Santiago eles colocam as garrafas em sacolas plásticas mesmo, então fica a cargo do passageiro protegê-las da melhor maneira possível na sua bagagem de mão. Dessa forma, deixe algumas roupas nessa mala já pensando em proteger as garrafas que for comprar, isso porque é muito perigoso deixar as garrafas soltas no bagageiro, bem como colocá-las embaixo do assento.

Dicas finais de vinhos chilenos para trazer

Além daquela lista bem legal que o Alexandre do blog “Diário de Baco” deu no post anterior, o David dá algumas dicas gerais, especialmente para quem deixou para comprar na última hora um vinho chileno, seja para levar para casa, seja para dar de presente:

“Um vinho na faixa dos 15 a 20 USD já pode ser uma boa escolha, já que o mesmo poderá ser achado no Brasil por 80 ou 100 reais. Dentro dessa faixa há marcas como Misiones de Rengo, Santa Ema, Tarapacá, Concha y Toro, Santa Rita y Montes, Cousiño Macul, entre outros”.

– “Vinhos na faixa dos 30 USD serão escolhas ótimas para quem é conhecedor e já sabe distinguir melhor aromas e texturas. Dentro dos rótulos mais famosos dessa faixa está o Casillero del Diablo, com um custo beneficio bom. A vinícola Montes é conhecida por seu vinho Montes Alpha e pelo super premiado Montes Folly, que é um vinho que achará na faixa dos 200 USD”.

Obrigada pelas dicas David! Pronto: dois posts cheios de dicas para conhecer melhor esse mundo dos vinhos chilenos e trazer alguns aqui para o Brasil para aproveitar. Vambora?!

*** Veja mais dicas do CHILE e VINHOS no blog:
Vinhos chilenos (Parte I): regiões produtoras e quais vinhos comprar
TOP 10 comidas típicas do Chile para provar
Todas as dicas do CHILE já publicadas no blog

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

6 COMENTÁRIOS

  1. Olá! Excelente post. Queria deixar a dica de uma loja onde fui super bem atendida e comprei os vinhos que trouxe para o Brasil. Tinha uma lista de vinhos “tops” para comprar para um amigo e consegui todos lá, além de outras dicas ótimas. A loja se chama La Cav e fica no Shopping Costanera (tem outras filiais), embalaram tudo super bem e não tive qualquer estresse. Se quiser saber um pouquinho mais deixo o link de um post onde fala sobre isso: http://letsflyaway.com.br/compras-em-santiago/
    abs

    • Olá Ivomir,
      Como falamos no post para compras feitas no exterior, incluindo no free shop do Chile, é possível trazer bebidas alcoólicas, num total de até 12 litros (não importa o tamanho da garrafa, desde que o total de todas não somem mais do que 12l) e que é claro fique dentro da cota dos US$ 500,00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui