Roteiro cultural: Residenz Museum, uma das maiores jóias de Munique

0
Antiquarium Residenz Munique
O surpreendente palácio/museu Residenz Munique. Foto: GC/Blog Vambora!

O palácio/museu Residenz de Munique (em inglês Munich Residenz e alemão Residenzmuseum, tudo junto assim mesmo) é uma das maiores jóias e atrações de Munique que você pode conhecer quando estiver na cidade. Ainda que pouco falado, é um daqueles lugares que fica difícil não entrar em cada cômodo e soltar um “Uau”, “Olha isso!!” e entre um suspiro e sair clicando milhares de vezes com a câmera e celular.

Sala do Trono Residenz Museum
Sala do Trono no Residenz Museum. Foto: GC/Blog Vambora!

Comparar o Residenz com outros palácios (com Versailles na França) é possível, já que o lugar é imenso (considerado o maior palácio urbano da Alemanha) e belissimamente rico e decorado, uma verdadeira jóia bem no centro de Munique que acho que ninguém está muito preparado para ver por lá. O mais incrível é que, como muitos locais históricos na Alemanha, praticamente todo o palácio foi destruído durante a 2ª Guerra (só permaneceu de pé 50m2 do edifício) e o que vemos hoje em dia é um trabalho de restauração sem precedentes. Impossível não ficar de “queixo caído” no Residenz e não visitá-lo quando estiver em Munique.

Residenz Museum
O palácio/museu foi totalmente reconstruído após a 2ª guerra. Foto: GC/Blog Vambora!

A visita ao complexo do Residenz é formada por 3 atrações: o próprio palácio do Residenz Museum, o Tresuary (em alemão “Schatzkammer der Residenz”, o acervos de jóias e tesouros da coroa bávara) e o Cuvilliés Theater (teatro em estilo barroco ao lado do palácio).

Dessa forma você pode comprar um ingresso para cada atração ou, o que é mais recomendado, comprar o ticket combinado para visitar os três no mesmo dia (veja mais detalhes sobre os ingressos abaixo). Tanto no Tresuary como no Cuvilliés Theater a visita não é muito longa, especialmente no segundo caso pois somente o auditório do teatro está liberado, então grande parte da sua visita se dará mesmo no museu do palácio Residenz.

Entrada Residenz Museum
Entrada do Museu. Foto: GC/Blog Vambora!

Atualmente são 90 cômodos abertos para visitação mas ainda reformas e restaurações estão sendo feitas, bem como exposições itinerantes ocorrem de vez em quando, por isso esse numero sempre pode aumentar ou diminuir dependendo da época da sua viagem, mas os cômodos mais icônicos do palácio estão já abertos e prontos para visita.

Dentro do palácio há placas explicativas mas recomendo que você retire na entrada o áudio guia gratuito (veja mais abaixo sobre nas informações sobre ingressos) que dá explicações bem mais completas e detalhadas sobre cada cômodo e a história do palácio. Vale acioná-lo sempre que ficar impressionado num dos cômodos para saber mais sobre a história de cada um deles.

Maquete Residenz de Munique
Maquete mostrando o tamanho imenso do palácio. Foto: GC/Blog Vambora!

Dois percursos podem ser feitos lá dentro: uma rota mais curta e uma mais longa, que se conectam de vez em quando. A rota mais curta dura por volta de 1h, a mais longa 2h/2h30, mas passa por cômodos belíssimos, então vale seguir a mais longa e se alguma hora cansar, cortar caminho nas rotas mais curtas durante a visita.

Só para resumir um pouco a história do local: o Residenz de Munique foi o palácio da família Wittelsbach, os comandantes da Baviera, o estado de Munique, no período de 1385 a 1918. Devido ao longo período de séculos que serviu como residência, é possível ver lá dentro diversos estilos arquitetônicos e decorativos, além de muitas passagens “emendadas” mostrando as adições feitas ao edifício original ao longo do tempo. O museu abriu em 1920 e depois do final da segunda guerra, foi reaberto somente em 1958 onde continua sendo reformado para visitação até os dias de hoje.

Os cômodos mais lindos e famosos que você não pode deixar de visitar no Residenz são:

Grottenhof
A estranha beleza do Grottenhof. Foto: GC/Blog Vambora!

-> Grottenhof: É a primeira coisa que você vê ao entrar e começar a visita, sendo um gruta formada por conchas, cristais e esculturas, estranho num primeiro olhar, mas depois impressionante se você reparar em cada detalhe.

-> Antiquarium: Seguindo o caminho indicado você entra no mais antigo cômodo do Residenz e na minha opinião um dos mais lindos. É um salão de 66m de comprimento criado inicialmente para servir como galeria de arte para a coleção de esculturas do Duke Albrecht V e que depois com seus sucessores se tornou também o salão de banquetes do palácio. Dá inclusive para ver logo ao lado algumas das louças que usavam nas épocas dos grandes jantares dados no local.

Antiquarium Residenz Munique
Antiquarium do Residenz Munique. Foto: GC/Blog Vambora!
Louça Residenz Munique
Louças usadas dentro do palácio. Foto: GC/Blog Vambora!

-> Hofkirche: Uma das partes mais impressionantes do complexo, já que nessa igreja é possível ver visivelmente as marcas da guerra. Os tijolos mais escuros (ver foto abaixo) e poucos afrescos nas paredes são os originais, enquanto os tijolos mais claros mostram exatamente o que foi restaurado, ou seja, praticamente tudo! A sensação é muito estranha e impressionante pensar que até pouco tempo atrás aquele lugar era praticamente uma ruína a céu aberto. Hoje em dia a antiga capela restaurada serve de sala de concertos.

Hofkirche Residenz Museum
As impressionantes fases da Hofkirche ao longo dos anos, da beleza, destruição e reconstrução. Foto: GC/Blog Vambora!
Hofkirche Residenz Museum
Os tijolos mais escuros mostram a parte original que restou da igreja após a 2ª Guerra. Foto: GC/Blog Vambora!

-> Hofgartenzimmer / Charlottenzimmer: Alguns dos cômodos em que mais dá para se sentir num “túnel do tempo”, já que são quartos mobiliados de como a realeza vivia no século XVIII e XIX.

Hofgartenzimmer Charlottenzimmer Residenz
Charlottenzimmer: cômodos em que dá para “voltar no tempo”. Foto: GC/Blog Vambora!

-> Reiche Zimmer: Outros quartos que embora sem muitos móveis são ricamente decorados das paredes ao teto no melhor estilo rococó, ou seja, cheio de detalhes. Nessa sequencia de aposentos, um dos mais impressionantes é o Miniaturenkabinett, o último deles, todo vermelho e dourado, com espelhos que parecem multiplicar todos os outros cômodos. É lindo!

Residenz Museum
Uma das salas lindas e cheias de detalhes do museu. Foto: Residenz Museum

-> Raiche Kapelle: Outro cômodo pequeno mais impressionante, criado em 1607 e que possui elementos originais da época como o altar principal. O teto, paredes e chão são todos trabalhados e é impressionante. Vale ficar um tempo lá observando tudo.

Raiche Kapelle
A linda e cheia de detalhes Raiche Kapelle. Foto: GC/Blog Vambora!

-> Ahnengalerie: Já quase no final da visita fica essa que foi a Galeria dos Ancestrais com 121 retratos dos governantes da Baviera.

Ahnengalerie
A galeria Ahnengalerie dos governantes de Bavária. Foto: GC/Blog Vambora!

Outros cômodos que valem a visita são a Hofkapelle (a igreja oficial das missas no palácio, toda reconstruída), o Kaisersaal (o salão do imperador), o Schwarzer Saal (o Black hall) que tem a pintura do teto em perspectiva. São muitos cômodos e é mesmo lindo e surpreendente ver esses tesouros bem no meio de Munique.

Kaisersaal Residenz Munique
Kaisersaal. Foto: GC/Blog Vambora!

Abaixo seguem os valores das entradas no Residenz de Munique:

  • Residenz Museum: 7 euros regular / 6 euros com desconto.
  • Treasury: 7 euros regular / 6 euros com desconto.
  • Ticket combinado “Residenz Museum/ Treasury”: 11 euros regular / 9 euros com desconto.
  • Cuvilliés-Theater: 3.50 euros regular / 2.50 euros com desconto.
  • Ticket combinado “Residenz Museum / Treasury / Cuvilliés-Theater”: 13 euros regular / 10.50 euros com desconto.
Hofkapelle
Hofkapelle. Foto: GC/Blog Vambora!

Qualquer uma dessas entradas pode ser comprada diretamente na entrada principal do Residenz Museum e há um áudio guia gratuito em inglês, alemão, frances, italiano ou espanhol disponível para fazer a visita ao palácio. Vale a pena retirar o seu! Os descontos são para idosos acima de 65 e crianças e jovens até 18 anos não pagam. Se puder, separe pelo menos uma manhã ou tarde do seu dia em Munique (cerca de 3h pelo menos) e opte pelo ingresso combinado que é o melhor custo x benefício e dá direito além do Museu, ao acervo de jóias e ao teatro Cuvilliés.

Sala Residenz Museum
Sala do Residenz Museum. Foto: GC/Blog Vambora!

O Residenz é um verdadeiro tesouro, bem no centro de Munique. Vá que você vai se surpreender! Vambora!

+ info: http://www.residenz-muenchen.de/englisch/residenc/index.htm (site oficial em inglês).

*** VEJA MAIS DICAS DE MUNIQUE E DA ALEMANHA:
Castelo de Neuschwanstein: todas as dicas para visitar o castelo dos sonhos na Alemanha
Viagem para Alemanha: 8 dicas para quem vai ao país
Alemanha, Holanda e República Tcheca

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui