Próxima viagem: Fazer ou não Intercâmbio?!

3

Dizem que fazer um intercâmbio é uma das melhores formas de se aprender uma língua estrangeira e entrar em contato com a cultura de um país. Porém é uma viagem que envolve não só muito dinheiro, mas também muitas responsabilidades, amadurecimento e pesquisa.

Pessoalmente eu indico muito fazer intercâmbio. O que eu fiz, com 15 anos, foi uma experiência transformadora: fui uma pessoa e voltei outra muito melhor, mais segura, independente e repleta de conhecimentos.

Aqui então, vão algumas dicas para ajudar a planejar a sua possível, ou tão sonhada, viagem de intercâmbio. Confira:

Tire suas dúvidas sobre intercâmbio

1-) Quando tempo deve durar o intercâmbio?

O período que você vai ficar (de um mês ao High School) depende de seus objetivos: se quiser viajar e conhecer novos lugares opte pelos programas de um a três meses; se for para voltar com uma nova língua “afiada” opte pelo período de seis meses ao High School. Há também as viagens à trabalho ( que podem ser de 2 meses a 1 ano) e intercâmbio entre faculdades (graduação ou pós) que variam de 6 meses a 1 ano, ou mais no caso de cursos de pós-graduação.

2-) Qual país é melhor ir?

O destino também depende da pessoa, até quanto ela pretende gastar, sendo que essa dúvida aumenta principalmente em relação a países de língua inglesa, já que esses representam as maiores opções. Deve-se também  levar em conta se o ensino no local é bom, qual é o sotaque (que provavelmente seu inglês vai ficar), a gramática, etc. Confira alguns exemplos:

  • Inglaterra: É um dos países mais conceituados para o ensino de estrangeiros, é um local ideal para quem se interessa por cultura (quem não gosta de museu é melhor pensar duas vezes) e muita diversão ao mesmo tempo, mas os pontos negativos: a comida típica é bem diferente, o tempo nem sempre colabora e, principalmente, é tudo muito caro.
  • EUA: É um ótimo destino para os interessados em diversão, compras, sendo que os preços são bem mais baratos do que na Europa.
  • Austrália: Bom destino para quem gosta dos esportes radicais e cia, o tempo é sempre um fator positivo (semelhante ao brasileiro), as pessoas são bem receptivas, mas a passagem é extremamente cara.

Entre outros países ainda temos a Nova Zelândia, Irlanda, África do Sul, etc.

É muito importante se informar sobre o(s) país(es) que você se interessa em ir para fazer uma escolha mais consciente. Para algumas pessoas a experiência de sair de casa já pode ser um pouco traumática, então para evitar surpresas desagradáveis procure saber de amigos e conhecidos que já foram, a empresa que escolheram, se eles gostaram da assistência, hospedagem, ensino, etc.

3-) Casa de família ou residência estudantil?

Mais uma vez procure saber o que você quer: se for melhorar seu idioma e conhecer a cultura a fundo opte pela casa de família, mas se você quer conviver com estudantes de outros países, for responsável (por isso é melhor para as pessoas com mais de 18 anos) opte pela residência estudantil.

Essa escolha dependerá também da instituição de ensino: se for uma faculdade, na maioria dos casos, os estudantes de hospedam no próprio campus e se for em escolas de idiomas é mais comum ficar em casas de família.

Em ambos os casos, procure “mergulhar” realmente no novo cotidiano (se você não se sentir bem na casa procure a escola ou a empresa e peça para se mudar), respeitando a cultura e regras estabelecidas, procure ajudar nas tarefas domésticas (coisas simples como tirar o prato da mesa, por exemplo), deixe o seu espaço organizado e seja compreensivo e paciente com as pessoas que irão conviver com você.

Normalmente a 1ª semana é de grande tensão (você ainda não está muito adaptado, a comunicação não é das melhores, falta vocabulário) mas logo depois desse período a viagem passa a ser mais fácil.

4-) Ir sozinho ou em grupo?

Em grupo você não terá um contato tão intenso com a língua como acontece quando se está sozinho, porém não procure se preocupar muito, pensando:será que eu vou ter alguém para conversar? Eu vou ficar sozinho? Você não terá tanto suporte como se fosse em grupo, mas a liberdade é bem maior. Para tudo isso converse com a agência de viagem e veja em qual perfil você se adapta melhor.

5-) Opinião pessoal

Se você tiver a oportunidade ou ainda tem dúvidas em fazer um curso de intercâmbio eu recomendo que você faça!!! A oportunidade de fazer novos amigos, conhecer culturas e lugares diferentes, aprender uma nova língua (o que acaba sendo secundário diante de tantas experiências) é única. Tenha certeza que você irá crescer e amadurecer muito.Uma coisa eu posso garantir: se você for é bem provável que não queira voltar!!!Aproveite então a oportunidade e faça intercâmbio!

Vambora!!! 🙂


*** Veja também:

– Quando você morou num lugar e não só viajou para ele
– A incrível viagem pela sua própria cidade
– A amadora arte de viajar 

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui