Lugares Improváveis: Museu do Pão? Em Ilópolis?

7

As interrogações são um bom começo. Já tinha escrito esse post e o tinha colocado como Roteiro Cultural, mas não tinha ficado totalmente satisfeita. A idéia de haver um Museu do Pão já era curiosa, mas o mais improvável estava na localização do museu: a pequena cidade de Ilópolis, com 5000 habitantes, no interior do Rio Grande do Sul.

Minto. O mais improvável foi o grande projeto arquitetônico realizado, culminando em um espaço contemporâneo aclamado pelos grandes arquitetos atuais (como Álvaro Siza), realizado na cidade de Ilópolis, com a função de ser um Museu do Pão!

Por isso tive que reescrever esse post, pois não se trata somente de um roteiro cultural, mas um espaço muito improvável no cenário brasileiro atual.

Museu do Pão, Ilópolis. Foto Arcoweb
Museu do Pão, Ilópolis. Foto Arcoweb

Num primeiro momento você pode pensar:” Ah não! Uma outra atração para atrair turistas de excursão!”, mas esse museu vai muito além disso.

Localizado na cidade de Ilópolis (196 km de Porto Alegre), o Museu do Pão, recém inaugurado, é um complexo formado por três estruturas: o Moinho Colognese (restaurado), o espaço museológico e uma oficina de panificação.

O Moinho, criado em 1917, é a chave principal , já que sua restauração faz parte de um projeto mais amplo, cujo objetivo inclui o restauro de outros moinhos da região. Só que o que faz o local interessante é a intervenção contemporânea do escritório Brasil Arquitetura.

Os arquitetos, que trabalharam com Lina Bo Bardi no Sesc Pompéia (em São Paulo), conseguiram criar um diálogo entre a história (o moinho) e o futuro (museu e oficina), numa qualidade arquitetônica digna dos melhores espaços culturais vistos pelo mundo afora.

O espaço do museu é muito interessante e sua construção se relaciona com o Moinho, através de painéis móveis de araucária, até a estrutura de concreto, feita em formas da própria madeira, que dão textura ao material. Com muito vidro e espaços abertos e interessantes, o percurso entre os edifícios é lindo e bem integrado.

Museu do Pão. Foto Arcoweb
Museu do Pão. Foto Arcoweb

O conteúdo do museu, conta com documentos e informações sobre a história do pão, é um aperitivo para a qualidade do espaço contemporâneo criado lá, tanto que o projeto estará presente na próxima edição do Atlas de Arquitetura Contemporânea, da editora Phaidon.

Então, se numa viagem ao Sul do Brasil, ofereceram um passeio pelo Museu do Pão, não faça cara de ” Oh meu deus! Era o que faltava!”, ou pense somente ” Ai que gostoso! Será que vão dar alguns pães?”. Vá com o interesse de conhecer um espaço cultural único, histórico e contemporâneo, ainda pouco visto no Brasil. Vambora!

+ informações: http://www.ilopolis-rs.com.br. Entrada gratuita.

*** Veja também:
Em Gramado, vá ao Zoológico
O melhor galeto de Gramado
4 dias em Foz do Iguaçu
Volta ao mundo pelo olhar de um arquiteto 

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois é Luciano, não sei se tinham pãezinhos, pois não cheguei a visitar o museu ainda. Mas se tiver, depois você avisa?!hahahah
    Venha depois dar seu retorno sobre o local!
    Boa visitação!

  2. […] Brazilian piece: Museu do Pão, Rio Grande do Sul, by Brasil Arquitetura […]

  3. A cidade é ótima, indo lá é legal dar uma passadinha tambem na cascata da baleia e no museu da cidade …ambos passeios muito charmosos e rapidinhos!
    Chegando lá é só pedir informação pra qualquer um dos 5000 habitantes hahaha
    É a cidade da erva-mate entao tem uma exposicao a ceu aberto super legal sobre a historia da erva…mas eu nao sei se é só na epoca da feira.

  4. “Acaso pode vir alguma coisa boa de Nazaré?” Assim conta no Evangelho qdo da notícia de Jesus. Ora, Jesus que veio ao Mundo como Deus e SEU PAI era Carpinteiro e qdo Jesus escolheu o Pão para ser lembrado em Memória dele… É MUITO PROVÁVEL que o Mais famoso Museu do Pão seja de MADEIRA, mesmo MATERIAL DO CARPINTEIRO… quem tem relação com Madeiras sabe que isso que está acontecendo em Ilópolis não é NADA IMPROVÁVEL!!!!!
    Por favor, olhar arquitetura é ir Além da Obra Material afinal de contas Alvaro Siza não esteve em Ilópolis e fez esta afirmação por convicção de outros olhares e não apenas o Estrutural, que diga-se de Passagem o Marcelo mandou Bem!!!! Grazie!!!

    • Cleber, acredito que o museu é realmente uma exceção no atual cenário da Arquitetura nacional. A forma como ele foi criado (com as relações entre cheios e vazios, misturas de texturas e materiais, permeabilidade do olhar, percurso, etc), sua função e a cidade onde está inserido, demonstram realmente como o museu é diferenciado, em todos os seus aspectos. O adjetivo improvável entra aqui como um grande elogio, já que quer dizer como visitar o local pode ser uma grande surpresa para qualquer turista.

      • Ilópolis é uma compilação de “saberes arquitetônicos” porque tem influência de eng alemã, e uma mistureba de regiões da Itália por ser migração secundária. Pelo Know how de colonias anteriores Antônio Prado, Garibaldi, Farroupilha…Agora com repaginamento do continuador da Obra de Lina Bo Bardi já era de se esperar a modernidade e a transparência q é o q chama atenção dos turistas.Espero q isso contenha os muros q começam a nascer…Oxalá os admiradores de Ilópolis consigam ajudar a preservar os fragmentos desta rica cultura q vai muito além da arquitetura colonial.Um abraço,CLeber

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui