Roteiro cultural: Passeio em São Paulo – Roteiro pela Rua Augusta, centro e jardins

5

Continuando essa série de dicas sobre São Paulo aqui no Vambora!, o próximo passeio pela cidade é agora pela Rua Augusta. Extensa, ela liga o centro da cidade, atravessando a Avenida Paulista, e seguindo até uma das áreas mais nobres da capital, o bairro dos Jardins.

Para quem gosta de compras, bons restaurantes, novidades e vida noturna animada, esse roteiro passeando pela Rua Augusta pode durar o dia todo, seguindo até a madrugada. Tomando como base a estação Consolação do metrô, na Avenida Paulista, você pode começar seu passeio tanto seguindo para a região central, como para os jardins. Por ter um comércio mais interessante durante o dia, e uma vida animada a noite, o roteiro abaixo começa na região dos Jardins da Rua Augusta e segue a noite para o centro. Acompanhe as dicas seguindo o mapa abaixo:

PS: Para acompanhar o mapa -> Em ROXO: opções culturais, em VERMELHO: lugares para comer, em AMARELO: compras e em AZUL: opções para curtir a noite

Como a Avenida Paulista é o trecho mais alto que divide a Rua Augusta, comece o dia pegando um ônibus ou taxi até depois do final da rua no lado dos Jardins, para conhecer os museus MUBE e/ou o MIS, um ao lado do outro. O primeiro é dedicado a esculturas, sendo também um incrível espaço aberto que recebe em alguns finais de semana festas ao ar livre (como a Green Sunset). Para quem gosta de arquitetura, visitá-lo já é um programão. Já o MIS é o Museu da Imagem e do Som e conta sempre com exposições muito interessantes de fotografia, filmes e música. Uma das últimas exposições de lá, sobre o músico David Bowie atraiu milhares de visitantes.

MUBE
MUBE: Museu Brasileiro da Escultura. Foto: Igor Schutz/Flickr

Volte de táxi ou ônibus (ou para quem pique, a pé mesmo), para o começo da Rua Augusta, na esquina com a Rua Estados Unidos. Para quem quiser um lanche leve ou comer alguns quitutes, a padaria Galeria dos Pães é parada obrigatória. Aberta 24h por dia, tem opções deliciosas e sempre atrai gente, de manhã até altas madrugadas.

D.O.M Alex Atala
D.O.M de Alex Atala: um dos TOP 10 melhores restaurantes do mundo. Fotos: Divulgação

Se já for hora do almoço e quiser algo especial, essa região possui alguns dos melhores restaurantes de São Paulo. O a Figueira Rubaiyat e o D.O.M, especialmente bons (e caros), são excepcionais, com o D.O.M, na lista dos TOP 10 melhores restaurantes do mundo. Se quiser algo com menos cifrões, mas muito bom, o Brasil a Gosto (de comida brasileira) e o Zena Caffe (italiana), são ótimas opções. Quem for vegetariano ou quiser uma comida mais natural, o restaurante/mercado Super Natural, quase na esquina com a Rua Augusta e Estados Unidos oferece ótimas opções com bons preços, num descolado ambiente. Se for final de semana e você estiver na cidade para uma ocasião especial (ou com alguém especial), uma dica é ir ao Brunch do Hotel Emiliano, na Rua Oscar Freire. O cardápio é maravilhoso, com opções a vontade, tudo regado a espumante, sendo um dos melhores custo x benefícios da cidade, com um altíssimo nível de serviço, ambiente e pratos.

Zena Caffe
Massas deliciosas e de bom custo X benefício no Zena Caffe. Fotos: GC/Blog Vambora!

Por falar em Oscar Freire, a rua mais famosa de compras da cidade pode ser mesmo uma verdadeira Meca para os shopaholics. Lojas das melhores grifes do mundo e do Brasil se enfileiram num dos trechos mais gostosos para andar a pé em São Paulo: calçadas largas, bancos, muito verde, cafés e vitrines de babar. Mesmo quem não tem muito $ para gastar, a rua também oferece opções mais democráticas mas não menos fashions, como a loja Riachuelo (mais conceitual), o Mercadinho Chiq! (com peças de expositores e designers locais) e uma loja da super marca Forever 21, prometida para abrir por lá em Agosto/2014.

Loja Riachuelo Rua Oscar Freire
Loja Riachuelo mais fashion e conceitual na Oscar Freire. Foto: Divulgação

Entre uma loja e outra, vale degustar outras delícias da região, como uma das melhores sorveterias da cidade, a Bacio di Latte (com duas filiais na região dos Jardins) ou a nova queridinha Casa Elli (com sorvetes tão bons quanto a anterior, mas com opções sem lactose e açúcar).

Um aviso: a subida da Rua Augusta (nesse lado dos Jardins), para Avenida Paulista é bem íngreme, então vale mesmo fazer o percurso devagar, com paradas estratégicas para ver vitrines, tomar um café, etc. Aliás, quem está com crianças, subindo um pouco a Rua Augusta, encontra-se a Livraria da Vila, que tem uma linda área para os pequenos se divertirem entre os livros.

Galeria Ouro Fino Rua Augusta
Galeria Ouro Fino, na Rua Augusta. Foto: Divulgação

Para quem quiser continuar com as compras pela Rua Augusta, em direção a Paulista, há diversas outras lojas, tanto as mais populares como outras mais descoladas. Um exemplo é a Galeria Ouro Fino, espaço tradicional da cidade, criado em 1961, cheio de lojas alternativas, onde é possível encontrar de tudo um pouco e até sair com uma tatuagem.

Se você não se animou muito com as opções de restaurantes para ir almoçar na região da Oscar Freire, existem mais outras diversas opções algumas quadras para cima, especialmente nas quadras adjacentes entre as Ruas Bela Cintra e Padre João Manuel (paralelas a Rua Augusta) e Alamedas Franca e Tietê.

Ritz
Charmoso restaurante Ritz. Foto: Divulgação

Um dos restaurantes mais na moda em São Paulo, o Paris 6, bem como o Ritz, possuem cardápio extenso que agrada todo tipo de viajante e ocasião, ambos com ambientes charmosos e agradáveis. Essas são apenas algumas sugestões: a região é cheia de boas surpresas e vale sempre durante a caminhada parar na frente de um lugar que interessar para conferir o cardápio.

Conjunto Nacional
Detalhes do Conjunto Nacional, na esquina com a Rua Augusta e Avenida Paulista. Fotos: kathia shieh/Flickr

Subindo mais algumas quadras, já na esquina com a Augusta e Paulista, fica um dos ícones de São Paulo, o Conjunto Nacional. Inaugurado em 1956, pode ser considerado um marco na cidade, tanto pela arquitetura ousada (com o térreo livre para circulação, integrando todo espaço urbano), tanto por ter as funções de ser um edifício residencial e comercial.

Hoje em dia, possui no seu térreo uma das livrarias mais queridas e visitadas de São Paulo, a gigante Livraria Cultura que se espalha em diversas áreas do edifício, cada uma com uma temática diferente (só de viagem e gastronomia de lado, games de outro, etc). Pouca gente sabe, mas subindo a rampa central do Conjunto Nacional encontra-se um belo terraço com uma bonita vista da Avenida Paulista.

Livraria cultura
Livraria Cultura dentro do Conjunto Nacional. Foto: Eduardo Zárate/Flickr

Uma parada estratégica: quem estiver cansado, já pode começar a finalizar o dia na região dos jardins mesmo, escolhendo alguns dos bares e pubs da região. O O’Malleys, um dos mais famosos e tradicionais pubs de São Paulo, bem como o Squat (um charmoso bar/balada que abre para o happy hour, mas fica animado mesmo mais tarde) e o Riviera Bar (bar famoso nos anos 60 e que sofreu uma super remodelada nas mãos do chef Alex Atala) são algumas das ótimas opções próximas.

Riviera Bar
O moderno e nostálgico Riviera Bar. Fotos: Divulgação

Para um programa mais tranquilo e cultural, a região possui também ótimos teatros, como o Procópio Ferreira, o Renaissance, o do Shopping Frei Caneca e o Comedians, uma casa de Stand-Up comedy que vive cheia. Vale conferir a programação de cada um deles (clique em cima dos nomes para acessar os sites), para ser se algumas das peças em cartaz é de seu interesse. Quem ainda estiver animado e quiser aproveitar mais a noite, a dica é continuar pela Rua Augusta, atravessando a Avenida Paulista, sentido centro: é lá que ficam as festas, bares e baladas mais animados da cidade, na famosa região do Baixo Augusta.

Comedians
Comedians: bar e casa de Stand Up Comedy na Augusta. Foto: Divulgação

Antes de cair na noite, opções para comer algo rápido e gostoso é que não faltam. Estão bem próximos da Avenida Paulista a Padaria Bella Paulista, famosa por ser 24h e pela variedade e qualidade de seus produtos (com uma parte estilo lanchonete, para experimentar diversas gostosuras), a Padaria Brasileira (com sua coxinha considerada recentemente como uma das melhores da cidade), o Urbe Café (para um delicioso café da tarde), a Cannoleria Casa di Dante (com canólis, um típico doce italiano, de babar), o Maoz (para uma opção vegetariana e baratinha, servindo faláfel) e o Sancho Bar y Tapas, já para um clima mais intimo, com luz baixa e diversas opções de tapas e comidinhas espanholas.

Sancho Bar y Tapas
Tapas espanholas no aconchegante Sancho Bar y Tapas. Fotos: GC/Blog Vambora!

Se a sua idéia é algo mais relaxado, como tomar uma cerveja e beliscar algo, o Ibotirama Bar é uma boa opção, com uma parte mais informal (estilo “buteco”, com entrada pela Rua Augusta) e outra mais intimista (com menos mesas e luz baixa) por uma portinha e escada na Rua Fernando de Albuquerque. Agora se sua idéia é aproveitar a noite e madrugada a dentro, algumas das opções são: o Funhouse (balada que recebe todo tipo de gente e estilo, variando do rock, eletrônico e pop) e descendo mais a Rua Augusta, já na região do “Baixo Augusta”, o Beco 203 (balada rock/indie de público jovem), a LAB Club (com seus drinks milaborantes) e o Inferno Club (balada tradicional e escondida por trás de uma pequena porta da Rua Augusta), que reflete bem o estilo alternativo da rua.

Inferno Club Rua Augusta
Inferno Club: uma das baladas mais tradicionais do “Baixo Augusta”. Foto: Douglas Pimentel/Flickr

Essa região do “Baixo Augusta”, aliás, até não muito tempo atrás estava bem deteriorada, com estabelecimentos, digamos, “duvidosos”. Quem anda por lá ainda vê muitos resquícios dessa fase da rua, mas hoje novos bares e serviços dão um toque moderno e descolado da rua, que fica lotada todos os dias durante a noite. Seja qual dia da semana que você estiver por lá, terá alguma festa animada para ir (sempre lembre: quanto maior a fila, mais na moda e mais animada a festa será).

Um dia super animado, indo da cultura, compras, muitas opções gastronômicas e comidinhas deliciosas, até a mais animada noite de São Paulo. Vambora para Rua Augusta!

*** Veja mais dicas de SÃO PAULO no blog:
Onde ficar em São Paulo: Hotéis bons, bonitos, baratos e bem localizados
Roteiro de passeio pela Avenida Paulista
Passeio de bike pela arte do grafite em São Paulo

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

5 COMENTÁRIOS

  1. Guta,
    Faltou o Astronete! Uma balada alternativa, pequena mas com um sim ótimo pra quem gosta de rock das antigas! Ambiente descolado e diversão garantida. Fica bem no comecinho, perto da praça roosevelt! Fica a dica

  2. Olha Lucas eu não recomendaria um lugar ao qual maltratam as mulheres. O som pode ser bom mas o ambiente não é bem vindo para nós mulheres. Há várias denuncias desse Astronete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui