Vivendo e aprendendo: Andando de bondinho em São Francisco

6
Cable Car em São Francisco
Cable Car com Alcatraz ao fundo. Foto: GC/Blog Vambora

Uma cidade tão grande quanto São Francisco, mesmo com um metrô pequeno (sim! São Francisco tem um metrô de superfície, que poucas pessoas conhecem, chamado BART!), possui um sistema de transporte público muito eficaz e charmoso: os bondes ou “cable car” como eles chamam por lá.

Permeando boa parte da cidade, ele é o meio ideal para se locomover, que digam os moradores que usam constantemente o sistema.

Para os turistas existem duas linhas principais (mapa baixo): a California Line, que vai até o centro da cidade (onde está o buchicho das lojas, shoppings e restaurantes) e a Powell-Hyde-Line (que vai até Fisherman’s wharf, o local mais turístico, passando pela linda e sinuosa Lombard Streeet), tendo as vistas mais lindas cidade, dignas de qualquer cartão postal.

Mapa Bondinhos de São Francisco

Você pode comprar seu passe (de 1, 3 ou 7 dias) ou passagem única direto com o condutor ou até mesmo dentro do seu hotel (como foi meu caso). Com o passe na mão, é só apresentar ao “cobrador” (que também pode ser o motorista) quando solicitado dentro do bonde.

Passe Bondinho São Francisco

E eu pensava que os bondinhos fossem mais americanizados, arrumadinhos mas que nada! São bem antigões ao melhor estilo europeu! Charmosérrimo!

Muito divertido ficar ao lado do motorista e ver como tudo funciona: um sistema de algumas alavancas simples, acionadas manualmente, e que na hora de descer a ladeira (que são muitas pelo caminho) você reza para que funcione! “Segura o bonde ai motorista!!!” 🙂

A super lotação do bondinho, principalmente na Hyde-Line, a mais turística, também me surpreendeu. Cheio como qualquer ônibus ou metrô de São Paulo, é até difícil conseguir um lugar privilegiado nas laterais, para ver bem a cidade, mas mesmo assim vale a pena!

Bondinho ou cable-car em São Francisco
Bondinho lotado! Mas mesmo assim vale a pena! Foto: GC/Blog Vambora

O custo X benefício de comprar o passe é relativamente bom, comparado aos táxis, a andar a pé pelas ladeiras gigantes, o metrô que não passa pela cidade toda (principalmente nos pontos turísticos principais) e o fato que estacionar na cidade é complicado. O “Cable car”, dessa maneira, acaba se tornando a maneira mais fácil e charmosa de se deslocar na cidade. Aliás, na hora de escolher seu hotel, repare se há alguma parada do bondinho próxima, para facilitar seu deslocamento.

Bondinho em São Francisco
Um cartão postal a cada esquina. Foto: GC/Blog Vambora

Sabendo disso, Vambora andar de bondinho em São Francisco?

+ informações: http://www.sfmta.com/cms/mfares/fareinfo.htm

*** Veja também:
Visitando Alcatraz à noite
Ghirardelli: a californiana fábrica de chocolate
Sausalito, a vizinha mais charmosa de São Francisco

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

6 COMENTÁRIOS

  1. BONDINHO em SAN FRANCISCO
    Existem três linhas de bondinho em San Francisco: a Powell-Hyde, a Powell-Mason e a California, essa última é pouco usada pelos turistas, pelo fato de ter pouca atração turística pelo caminho. Quando estivemos em San Francisco, depois de um passeio e comprinhas na Market Street, a qual estava muito lotada, pois era véspera de Natal, embarcamos na linha Powell-Mason que começa na esquina da Market com a Powell Street (bem em frente a uma enorme loja da Gap), essa linha nos levou até o Fisherman’s Wharf, um local espetacular para passeio a pé. A diferença entre as linhas Powell-Hyde e Powell-Mason, é que a linha Hyde vai até o Aquatic Park, que fica ao lado do Ghirardelli Square, próximo ao Fisheman’s Wharf (distância de 900m a pé), e passa pela Lombard Street, a qual é uma atração turística muito visitada da cidade. A linha Powell-Mason, vai até o meio do Fisherman’s Wharf. Uma boa alternativa, é ir por uma linha e voltar pela outra, assim você não perde nada, oriento a fazer o passeio de dia. Pegue o bondinho no ponto inicial ou final, ou em qualquer placa na rua, onde está escrito “Cable Car Stop”. Lembre que precisa pagar toda vez que subir no bondinho. Então, a menos que você tenha o Muni Passport, não dá pra parar no caminho pra ver alguma coisa e pegar o próximo bondinho. Existe um cobrador a bordo, de quem você pode comprar as entradas na hora, ou você pode ir aos quiosques ao lado dos pontos finais e iniciais e comprar antes de subir no bondinho. O preço quando fomos era para adultos de U$ 5, e crianças abaixo de 4 anos não pagam, isso em Dezembro de 2014. Outras dicas: Dá pra subir no bondinho por qualquer lado, desde que tenha lugar. Pode andar do lado de fora, sem problema (você vai ver as pessoas penduradas e não vai acreditar que está nos EUA, o paraíso de exagero de segurança. Bom passeio. California, em breve voltarei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui