Roteiro cultural: Um passeio pelo centro de Montevidéu

20
Plaza Independencia em Montevidéu. Foto: GC/Blog Vambora
Plaza Independencia em Montevidéu, com o Palácio Salvo e estátua do General Artigas. Foto: GC/Blog Vambora

O Uruguai é uma país de 3 milhões de habitantes. Montevidéu, mesmo com metade dessa população, pode ser considerada uma cidade pequena. Da dúvida sobre o que fazer em Montevidéu, uma sugestão é fazer um passeio por sua região central, que pode ser visitada tranquilamente em meio/1 dia. Veja o roteiro abaixo:

Mapa centro de Montevidéu
Mapa da região central: começe pela Plaza Independência e termine no Mercado del Puerto

Cartão postal da cidade, a Plaza Independência é o centro desse roteiro, no qual se encontra o Palácio Salvo, construído em 1928 e considerado até muitos anos como o mais alto da America Latina (com seus 105 m).

Centro de Montevidéu. Foto: GC/Blog Vambora
Clima de cidade pequena, no centro de Montevidéu. Foto: GC/Blog Vambora

Ainda na Plaza Independência você dá de cara com o memorial do herói do país: General Artigas. Foi ele um dos grandes responsáveis pela luta de independência do Uruguai em 1825.

Muita gente vai até a praça mas não chega a entrar no memorial, gratuito, no subsolo. Vale a visita, pois lá, além de ser tudo muito bem construído e bonito, dá para saber um pouco mais sobre a história do Uruguai.

Memorial General Artigas. Foto: GC/Blog Vambora
Memorial à José Artigas, herói do país. Foto: GC/Blog Vambora

Seguindo para a direção do porto (veja o mapa), passa-se pela Porta de La Ciudadela, parte da antiga muralha existente antes da independência. A partir dela, começa o paseo Sarandí, conhecido calçadão central da cidade.

Porta de la Ciudadela e o Paseo Sarandí. Foto: GC/Blog Vambora
Porta de la Ciudadela: onde se inicia o Paseo Sarandí, o calçadão da cidade. Foto: GC/Blog Vambora

Mas antes de se embrenhar rumo ao mar, faça uma visita ao Teatro Solís, o teatro nacional do país. Construído em 1856, o edifício é uma das jóias do Uruguai, todo reformado e utilizado praticamente todas as noites para espetáculos dos mais variados (de ópera até peças de teatro).

Teatro Solís. Foto: GC/Blog Vambora
Teatro Solís, uma das jóias do Uruguai. Foto: GC/Blog Vambora

visitas guiadas de terça a domingo, pelo valor módico de 20 pesos (em espanhol) e pasmem, 40 pesos em inglês e português! Se você estiver por lá numa quarta feira, o tour é gratuito. Dê uma olhada no site deles para mais informações de horários: http://www.teatrosolis.org.uy

Interior do Teatro Solís. Foto: GC/Blog Vambora
Interior do Teatro Solís, todo restaurado. Foto: GC/Blog Vambora

Os prédios anos 20, com fachadas trabalhadas e um certo ar de decadência reinam por toda a rua Sarandí, local onde também se encontra a feirinha de antiguidades Plaza Matriz.

Feira da Plaza Matriz. Foto: GC/Blog Vambora
O principal objeto do país, o chimarrão, na feirinha da Plaza Matriz. Foto: GC/Blog Vambora

Não sou maior fã desse tipo de compra, mas as plaquinhas de carros antigos me pegaram: tinha até uma do Rio de Janeiro, perdida por lá! Além de tudo, o ar outonal das árvores secas e folhinhas no chão, deixou todo aquele espaço ainda mais charmoso.

Produtos da feira de antiguidades. Foto: GC/Blog Vambora
As plaquinhas mais legais do Uruguai! Foto: GC/Blog Vambora

Nisso, devem ter passado algumas horas e a fome deve ter aparecido. Daí é só seguir para o Mercado Del Puerto e ir comer a melhor carne da sua vida. Passeio perfeito para um dia em Montevidéu.

Vambora?! 🙂

Clima de Inverno em Montevidéu. Foto: GC/Blog Vambora
Oh cidadezinha charmosa viu! Vambora para Montevidéu! Foto: GC/Blog Vambora

-> Dicas finais para seu passeio pelo centro de Montevidéu:

1-) O caminho até o Mercado aos finais de semana é meio vazio, a medida que você chega na região portuária. Tente ir para lá até umas 16h. Depois das 17h tudo fica meio vazio e dá um pouco de aflição.

2-) Indo para o centro, de taxi ou ônibus, pare no ponto da Plaza Independência e depois faça tudo a pé. As distancias são bem pequenas.

3-) É no passeio Sarandi que você encontra as melhores cotações de casas de câmbio. Só não bobeie com muito dinheiro, porque região central é região central…

*** Veja mais dicas do URUGUAI no blog:
A melhor refeição do Uruguai – O Mercado Del Puerto
Dicas de Montevidéu: onde ficar, comer e como circular
– Bate e volta para Punta del Este

 

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

20 COMENTÁRIOS

  1. Pelo visto não aprendeu nada na visita ao Memorial de Artigas.
    Artigas iniciou o processo e realizou a independência do Uruguay, junto a coroa espanola, aos ingleses e depois frente a Buenos Aires e as Provincias Unidas; porém apos a invasão de Portugal (brazil) ele se retirou em exilio ao Paraguay e só voltou a sua terra natal anos após de sua morte em 1850. Não participou da Independência em 1825.
    brazucas… não sabem nada nem da “história” do país e querem escrever sobre a dos outros

    • Ricardo, obrigada pela visita! Pelo visto vc não é do Brasil não é?
      Bom, talvez não tenha ficado claro no texto mas eu não quis dizer que Artigas participou fisicamente da independência do Uruguai em 1825, porém, pelo que eu vi e aprendi por lá, as batalhas que ele venceu anteriormente influenciaram muito a luta pela pela independência no país nessa data, tanto que, ele é considerado um herói uruguaio, correto?
      Abs,

  2. Pesquisando pontos turisticos para nossa próxima viagem encontrei o seu blog e adorei. Parabéns! Vou seguir suas dicas a risca, principalmente as gastronômicas.
    Adoro feirinhas regionais, você saberia dizer quais dias ela funciona? Obrigada!
    Vanessa

    • Obrigada Vanessa! Não lembro ao certo os dias de funcionamento dela, mas tenho quase certeza que fui no domingo! De qualquer maneira, passeando pelo centro você vai passar pelo local onde ela acontece. Aproveite a viagem!!

  3. Olá Guta! Muito bacana o blog. Pretendo viajar em março para o Uruguai. Você sabe me dizer se é difícil alugar carro em Montevidéu? Quero ir também em Punta. Você acha interessante alugar um carro para me locomover melhor em Punta?
    Obrigado

  4. Oi a todos,
    Montevideo é realmente incrível, entretanto para realmente visitá-la, mesmo que seja só centro, em 1/2 dia é impossível – talvez somente no estilo revista da tropa, ou tipo fui, vi, venci. Além dos lugares mencionados no post, temos no centro o Museo de la Casa de Gobierno, Museo Torres Garcia, Libreria Más Puro Verso, Museo Romántico, Museo de Artes Decorativas (para mim o melhor da cidade), Catedral Metropolitana, Intendencia de Montevideo (para uma das melhores vistas da cidade), sem considerar, por exemplo, que uma visita guiada no Palacio Salvo, leva 1h e meia o mesmo para o Teatro Solís – não esqueça, também, o Auditorio Nacional del Sodre Dra. Adela Reta, com ótimos espetáculos e preços bem conta.

    • Olá Rory,
      Como digo no post essa é uma sugestão de passeio, que pode ser feita em 1 dia. Claro que se o turista quiser destrinchar mais a região, ver outros pontos como os que citou acima, deve destinar mais tempo.
      Abs!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui