Roteiro Cultural: Barcelona de Gaudí – As Casas

21
Palau Guell. Foto: GC/Blog Vambora!
Palácio Güell uma das mais belas casas dessa Barcelona de Gaudí: . Foto: GC/Blog Vambora!

Barcelona. Gaudí. Barcelona e Gaudí ou melhor, a Barcelona de Gaudí! Se eu perguntar o que vem na sua cabeça, quando eu falo de Barcelona, muitas imagens devem vir  mas aposto que a maioria delas está ligada a algum prédio ou edifício na cidade, de preferência bem colorido, com formas inusitadas, meio doidas e orgânicas…ou seja Gaudí!

Antoni Gaudí é talvez um dos arquitetos mais famosos do mundo. Nascido e criado na região da Catalynia, foi em Barcelona que toda sua criatividade ganhou forma, transformando a cara da cidade, em meados do século XIX e XX. Esse mini histórico é importante porque, ao se viajar para Barcelona, o nome Gaudí vai aparecer dezenas de vezes durante a sua estadia. E conhecer um pouco do trabalho dele é conseguir compreender melhor a cidade e a arquitetura de Barcelona.

O seu estilo é ainda único hoje em dia, combinando formas e cores da natureza, com técnicas de construção inovadoras e modernas. São várias as obras do arquiteto pela cidade, sendo a Sagrada Família um dos maiores símbolos, mas ele ajudou a construir também o Parc Güell e inúmeras casas incrivelmente diferentes.

As casas mais famosas, as que representam melhor essa Barcelona de Gaudí, e que você não deve deixar de visitar quando viajar para Barcelona são:

-> Palácio ou Palau Güell

Sala interna do Palácio Guell. Foto: GC/Blog Vambora!
Sala interna do Palácio Güell. Foto: GC/Blog Vambora!

Foi um trabalho de Gaudí para a família Güell (em 1889), a mais rica de Barcelona, e que possibilitou o arquiteto soltar toda sua criatividade, desenvolvendo o seu estilo.

Detalhes do ferro forjado e vitrais no Palau Guell. Foto: GC/Blog Vambora!
Detalhes de ferro forjado e vitrais no Palau Güell. Foto: GC/Blog Vambora!

É um palácio de 6 andares, com detalhes impensáveis! Desde o teto das salas todo trabalhado em madeira, até a cobertura, com chaminés, que parecem obras de arte: uma totalmente diferente da outra, criando quase que um labirinto no topo do edifício.

Chaminés/obras de arte, na cobertura do Palácio Guell. Foto: GC/Blog Vambora!
Chaminés/obras de arte, na cobertura do Palácio Guell. Foto: GC/Blog Vambora!

O Palácio foi recentemente reaberto (em Maio de 2011) e uma visita nele é obrigatória. Numa travessa da Rambla, custa 10 euros para entrar e inclui um audioguide para você não perder nenhum detalhe lá dentro.

-> Casa Milà ou La Pedrera

Fachada da La Pedrera de Gaudí. Foto: GC/Blog Vambora!
Fachada da La Pedrera. Foto: GC/Blog Vambora!

O edifício não tem nenhuma, nem uma paredezinha em linha reta! É praticamente uma escultura em forma de prédio, mas que foi pensada para ser uma residência.

Detalhes das paredes e da calçada da La Pedrera. Foto: GC/Blog Vambora!
O que pouca gente repara: detalhe das paredes e da calçada da La Pedrera. Foto: GC/Blog Vambora!
Chaminés muito loucas de Gaudí, na La Pedrera. Foto: GC/Blog Vambora!
Chaminés muito loucas de Gaudí, na La Pedrera. Foto: GC/Blog Vambora!

Construída entre 1906 e 1912, não agradou quase ninguém na época. Também, com uma fachada toda em pedra esculpida, quase primitiva, balcões e terraços de ferro fundido, de formas orgânicas e nada usuais, bem na esquina no Passeio García, uma das principais avenidas da cidade….Se choca aos olhos hoje em dia, imagina na época?!

Interior Milà. Foto: GC/Blog Vambora!
Cores, curvas, detalhes e nenhuma linha reta no interior Milà. Foto: GC/Blog Vambora!

A entrada custa 20,5 euros, sem o audioguide, mas mesmo assim vale a pena. O ingresso antecipado online você pode garantir aqui: http://blogvambora.rgi.ticketbar.eu/pt/ticketbar-barcelona/casamila/

Durante a visita gaste um tempo a mais na cobertura, com uma vista única de Barcelona, emoldurada pelas chaminés/esculturas de Gaudí, e olhando também o seu exterior. Cada detalhe, inclusive os ladrilhos da calçada, foram projetados pelo arquiteto. Completamente insano!

-> Casa Batlló

Fachada da Casa Batlló. Foto: GC/Blog Vambora!
Fachada da Casa Batlló. Foto: GC/Blog Vambora!

Depois da Sagrada Família, virou a minha obra favorita de Gaudí em Barcelona, e eu achei, a mais bonita das casas.

Primeiro tem a fachada do prédio, que você pode passar horas encontrando as formas mais estranhas possíveis, como escamas de peixes, caveiras e cores totalmente malucas, que você nunca imaginaria numa moradia familiar.

Interior Casa Batlló. Foto: GC/Blog Vambora!
Interior Casa Batlló. Foto: GC/Blog Vambora!

O interior, você pensa, deve ser um pouco mais clean, mas que nada! Mais formas orgânicas loucas, pátios internos super coloridos, janelas e portas com desenhos e detalhes pensados pelo arquiteto (de vitrais ao design das maçanetas!). E o mais louco: todas essas coisas diferentes combinam!

Lustre desenhado por Gaudí. Foto: GC/Blog Vambora!
Lustre desenhado por Gaudí. Foto: GC/Blog Vambora!

No sótão, os seus famosos arcos parabólicos, possibilitavam o arquiteto abrir a planta do edifício, quase sem necessitar de usar colunas, permitindo fazer o que quisesse lá dentro, além de claro, criar ambientes maiores, mais claros e ventilados.

Na cobertura, novamente suas chaminés parecem obras de arte, reutilizando pedaços de ladrilhos e azulejos de outros edifícios. Nisso, Gaudí talvez tenha sido pioneiro, sendo um dos primeiros arquitetos a ter noção de sustentabilidade, essa palavra tão na moda nos dias de hoje, mas que no fundo quer significa pensar um pouco mais no impacto na natureza, quando se cria qualquer coisa. Isso em 1904…

Arcos parabólicos: modernidade arquitetônica. Foto: GC/Blog Vambora!
Arcos parabólicos: modernidade arquitetônica. Foto: GC/Blog Vambora!

A Batlló, também localizada no Passeio García, combina bem com uma visita a casa anterior, e uma overdose de Gaudí durante a sua estadia em Barcelona. O preço é 21,5 euros, com audioguide. Caro, mas como eu disse, achei a mais bonita de todas… Aqui você já consegue ter mais informações e comprar o ingresso antecipadamente: http://blogvambora.rgi.ticketbar.eu/pt/ticketbar-barcelona/casabatllo/

Consideradas patrimônios da humanidade, essas obras são visitas obrigatórias. Não saberia escolher só uma para visitar!

Fachada da Casa Batlló. Foto: GC/Blog Vambora!
Fachada da Casa Batlló: o que você vê?. Foto: GC/Blog Vambora!

Para economizar um pouco, dá para comprar o passe da cidade, o Barcelona Card (desconto para transportes e diversas atrações) ou o Articket (um passe para 7 museus, incluindo a La Pedrera, por 30 euros, que tem validade de até 3 meses), mas mesmo sem eles, cultura é um tipo de gasto que não tem preço, então vale o investimento.

No próximo post, é a vez de pirar em outra obra de Gaudí em Barcelona, a Sagrada Família. Vambora?

*** Veja mais dicas de BARCELONA no blog:
– Onde se hospedar em Barcelona: Hotéis e regiões
– Roteiro de 5 dias em Barcelona
– As melhores e as piores tapas de Barcelona

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

21 COMENTÁRIOS

  1. Oi Guta!
    Parabéns pelo blog! Vou a Barcelona em setembro e tenho uma duvida: o Barcelona card serve como “fura fila” em alguns lugares?
    Ou só permite desconto nos ingressos e transporte gratuito?
    Devo ficar de 3a8/9… E fico no pullman skipper. A localização e segurança nessa área sao ruins?
    Obrigada!

    • Márcia, obrigada pelos elogios! 🙂
      O Barcelona Card funciona como fura fila sim em alguns locais, como se não me engano na La Pedrera, que sempre tem uma fila gigante.
      Do hotel o pullman skipper fica na Barceloneta não é? A localização é boa, boa vida noturna, metrô, e sobre a segurança é tranquilo: a área é bem agitada e como em qualquer lugar do mundo, é só não bobear!

  2. Modernismo e Gaudí em Barcelona estão entre as minhas coisas preferidas no mundo… é incrível mesmo! Em um tour guiado que fiz por todo o Passeig de Gràcia descobri que a fachada da Casa Milà (La Pedreda) foi inspirada nas montanhas de Montserrat! E não é que lembra mesmo? O Gaudí quis replicar o efeito das montanhas em pleno bairro de L’Eixample. Outra curiosidade muuito legal é que todas essas casas da época têm um São Jorge com o dragão escondidinhos, perto da porta, na janela, sempre lá… é legal ficar procurando 🙂 no caso da Casa Battló, a própria fachada é o dragão! Atravessando a rua e olhando de longe dá pra enxergar a torre que seria a espada e a estrutura curva que desce seria a coluna do dragão, com a cabeça na parte de baixo da casa. Sem palavras, genial.

Deixe uma resposta para Guta Cunha Cancelar resposta

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui