Roteiro cultural: Museu Van Gogh, Rijksmuseum e outros museus em Amsterdam imperdíveis!

2
Museumplein em Amsterdam onde ficam o Rijksmuseum, Museu Van Gogh Museum e o Stedelijk
Museumplein em Amsterdam onde ficam o Rijksmuseum, Museu Van Gogh e o Stedelijk. Foto: GC/Blog Vambora!

Uma cidade que possui uma praça de museus é um bom indício que arte e cultura de altíssima qualidade estão presentes! Entre tantas atrações, os museus de Amsterdam ganham destaque pela qualidade e variedade do seus acervos, que incluem obras de alguns dos artistas mais famosos do mundo. O Rijksmuseum, o Museu Van Gogh, bem como o Hermitage, Casa de Rembrandt e Stedelijk, são alguns dos melhores museus de Amsterdam.

Overview Museumplein. Counterclock-wise from top Rijksmuseum, Van Gogh Museum, Stedelijk Museum, Concertgebouw. Photo KLM Carto_original
Praça dos Museus em Amsterdam, de cima para baixo, com o Rijksmuseum, Museu Van Gogh e Stedelijk. Foto: KLM-Carto_original/http://www.stedelijk.nl/

Na Museumplein (praça dos museus, onde fica também o famoso letreiro “I am Amsterdam”) ficam o Rijksmuseum, Van Gogh Museum e o Stedelijk, um ao lado do outro, o que facilita programar um dia especial de museus e cultura em Amsterdam. O destaque de casa museu, porque vale a pena visitar, dicas e informações sobre ingressos, descontos e muito mais você confere abaixo. Vambora curtir muito os incríveis museus de Amsterdam!

+Veja também: Ingressos para museus e atrações em Amsterdam

Museus em Amsterdam imperdíveis para visitar:

1-) Rijksmuseum

Museu Rijksmuseum em Amsterdam
Entrada do Museu Rijksmuseum em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Provavelmente o principal museu da Holanda e um dos melhores do mundo, o Rijksmuseum sofreu uma reforma de durou anos até reabrir em totalmente em 2013. Com um acervo que prioriza obras clássicas de grandes artistas holandeses como Rembrandt e Vermeer, se tiver que escolher apenas um museu para ir em Amsterdam, tente ir no Rijksmuseum, você não vai se arrepender!

Quadro "A Leiteira", de Vermeer
Quadro “A Leiteira”, de Vermeer no Rijksmuseum em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Entre as obras mais famosas, a “Ronda Noturna” de Rembrandt, imensa, ocupa uma parede inteira de uma das alas do museu e gera tanta comoção e filas para vê-la como a Mona Lisa no Louvre. Mas calma, devagar se consegue chegar perto e ver a pintura com toda sua magnitude sem ninguém na sua frente.

Quadro "Ronda noturna" no Rijksmuseum em Amsterdam
Quadro “Ronda noturna” no Rijksmuseum em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Destaque também para a ala com a Porcelana de Delft: maneira na qual os holandeses tentaram desenvolver sua versão da porcelana chinesa no século XVII, que acabou criando uma nova arte maravilhosa no país, repleta de detalhes.

Ronda Noturna de Rembrandt.
Detalhe da Ronda Noturna de Rembrandt.

Uma coisa que achei especialmente muito legal no Rijksmuseum é que eles possuem muitas informações em português! Exatamente: há folders com mapa e informação do museu em português logo na entrada, com obras e artistas destacados que merecem a visita.

Porcelana de Delft no Rijksmuseum
Porcelana de Delft no Rijksmuseum. Foto: GC/Blog Vambora!

Além disso, há áudio guides (pagos, por €5) também disponíveis (nesse caso infelizmente não tem em português) ou você pode baixar o app gratuito do Rijksmuseum e fazer a visita guiada direto pelo seu celular, sem ter que gastar nada! O app não tem em português, mas há versões em inglês, espanhol, francês, italiano, etc.

Biblioteca Rijksmuseum
Biblioteca maravilhosa dentro do Rijksmuseum em Amsterdam: vale visitar também! Foto: GC/Blog Vambora!

Outra coisa bem interessante e que não tinha visto em outros museus é que na maioria das obras mais famosas do Rijksmuseum, há sempre ao lado folders com informações sobre a obra, detalhes que podem passar despercebidos, composições, elementos, curiosidades, etc. É muito legal! Então, mesmo que você não esteja com o app ou áudio guide, vale a pena sempre que possível pegar esses folders para entender melhor as obras, como numa aula de história da arte.

Folder informativo dos quadros no Rijksmuseum em Amsterdam.
Folder informativo dos quadros no Rijksmuseum em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Uma dica sobre o ingresso para visitar o Rijksmuseum: Quem possui o cartão I Amsterdam Card tem desconto de €2.50 na entrada, mas as filas são tão grandes por aqui que acaba valendo mais a pena comprar o ingresso para Rijksmuseum com antecedência. O valor cheio acaba compensando as possíveis horas de fila que você pode pegar, dependendo da hora que for.

Jardim Rijksmuseum
Lindos jardins do Rijksmuseum em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

No nosso caso, como tínhamos o cartão I Amsterdam Card, separamos um dia para visitar o Museu Van Gogh (veja abaixo) e o Rijksmuseum que são vizinhos. Como as filas tendem a ser menores no museu Van Gogh fomos para lá logo cedo, usando o ingresso gratuito do cartão. Já a tarde, para evitar as longas filas do Rijksmuseum, compramos o ingresso online e pulamos toda aquela fila, que teríamos que pegar com o cartão I Amsterdam Card. Se você tiver tempo ou fizer questão de economizar os €2,50 ai a fila no local é mesmo a única opção. + info: https://www.rijksmuseum.nl/br/informacao-para-visitantes

2-) Museu Van Gogh

Van Gogh Museum Photo Jan Kees Steenman
Museu Van Gogh. Foto: Jan Kees Steenman/Van Gogh Museum

Um dos artistas mais famosos do mundo, Vincent Van Gogh era holandês e tem em Amsterdam um museu exclusivo para suas obras, com mais de 200 pinturas, 500 desenhos e 750 documentos escritos.

Entre as pinturas mais icônicas, dá para ver os famosos “Girassóis” (1889), “O Quarto” (1888), além de diversos auto retratos. Pós-Impressionista, Van Gogh possui traços que só vendo de perto para entender a força e maestria do seu trabalho, que na época que estava vivo, não era tão reconhecido. Foi só depois de sua morte (em 1890), que Van Gogh se tornou a figura artística importante que é hoje.

O Museu Van Gogh é lindo e muito moderno. Até que não entende muito de arte ou do próprio Van Gogh sai de lá sabendo apreciar muito mais arte e os conceitos revolucionários desse artista que mudou o mundo.

Museu Van Gogh Photo Jan Kees Steenman
Museu Van Gogh em Amsterdam. Foto: Jan Kees Steenman/Van Gogh Museum

Quem possui o cartão I Amsterdam Card tem entrada gratuita no museu, mas sendo um dos mais visitados de Amsterdam, a dica é chegar para visitá-lo logo cedo, perto do horário de abertura às 9h. Na sexta feira, o museu tem horário de fechamento estendido, ficando aberto até às 22h, o que pode ser uma boa opção também. Quem não tem o cartão, vale comprar o ingresso antecipado do Van Gogh museum para evitar filas.

áudio guides em 11 línguas (incluindo em português) que custam €5 e que dão mais informações, detalhes da história e fazem um tour completo por todo o museu.

Dentro do museu, quem é fã do trabalho do artista, vale passar na loja de souvenirs, para ver os mais variados produtos: de cópias de pinturas, até livros, pôsteres, lápis, bolsas, almofadas e tudo mais o que possa imaginar usando as obras de Van Gogh! Aliás, o restaurante do museu é ótimo, sendo uma boa pedida para um lanche ou almoço para recarregar as energias e partir para o próximo museu da Museumplein. PS: Não é permitido tirar fotos dentro do Museu Van Gogh. + info: https://www.vangoghmuseum.nl/en/

3-) Hermitage Amsterdam

Museu Hermitage Amsterdam
Museu Hermitage em Amsterdam, o maior fora da Rússia. Foto: GC/Blog Vambora!

O Hermitage Amsterdam é a maior filial de um dos maiores e mais famosos museus do mundo, o Hermitage de São Petersburgo.

São tantas obras no original, que foram criadas filiais, e a de Amsterdam além de ser a maior, é uma das mais lindas! Num antigo edifício que abrigava antes uma casa de amparo para idosos, o Hermitage Amsterdam foi aberto em 2009 e virou um dos principais e mais visitados museus da cidade.

As exposições aqui são geralmente temporárias, para conseguir mostrar ao máximo toda coleção do museu. Quando fomos, por exemplo, acontecia uma exposição maravilhosa de Alexander I, Napoleão e Josephine, além de pinturas holandesas. Foi com absoluta certeza uma das exposições mais ricas e bem feitas que já vi! Os jardins do local, às margens de um canal do rio Amstel, também vale a visita!

Museu Hermitage Amsterdam
Jardins do Museu Hermitage em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Para quem quiser uma imersão maior, existem tours guiados e áudio tours para cada exposição vigente, em geral em alemão e inglês. Para quem possui o cartão I Amsterdam Card, a entrada é gratuita. Apenas em algumas exposições especiais, a entrada deve ser paga para quem possui o cartão. Quem não tem cartão, pode comprar o ingresso para o Hermitage com antecedência ou no local. Ps: Não é permitido tirar fotos dentro do museu.

O restaurante do Hermitage também é excelente e vale como pit stop entre a visita de uma e outra atração em Amsterdam. + info: http://www.hermitage.nl/en/

4-) Museu da Casa de Rembrandt

Museu da Casa de Rembrandt em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!
Museu da Casa de Rembrandt em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Junto com Van Gogh, Rembrandt pode ser considerado um dos maiores artistas holandeses de todos os tempos. E da lista de museus aqui do post, o Museu da Casa de Rembrandt é o que menos tem “cara de museu”.

Explico: o local onde está o museu hoje é a casa na qual Rembrandt morou por 20 anos, bem no centro de Amsterdam. Todos os cômodos foram preservados: da cozinha ao seu quarto e estúdio. Peças originais da época, do século XVII, ficam lado a lado de pinturas e gravuras do pintor e seus pupilos. Para quem gosta de arte, é emocionante ver tão de perto o dia a dia do pintor, suas inspirações e seu local de trabalho.

Museu da Casa de Rembrandt em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!
Museu da Casa de Rembrandt em Amsterdam. Foto: GC/Blog Vambora!

Das coisas que mais gostei da Casa de Rembrandt, estão as explicações ao vivo das técnicas que o pintor usava, desde a fabricação das tintas (sim, naquela época a tinta não saia de um tubinho pronto rs), até seu processo de gravação. As demonstrações são diárias e gratuitas, ocorrendo em vários horários durante o dia (e que podem ser vistos no site do museu, veja abaixo).

Vale lembrar que os trabalhos mais famosos de Rembrandt estão no Rijksmuseum, então na casa dele a experiência é muito mais de proximidade com a vida e história do pintor, do que de suas obras.

Novamente, nesse caso, para quem possui o cartão I Amsterdam Card, a entrada na Casa de Rembrandt é gratuita! O lugar é pequeno e em 1h/2h pode ser visitado por completo. Vale a visita! + info: http://www.rembrandthuis.nl/en/

5-) Museu Stedelijk

Stedelijk Museum view of the original building (A.W. Weissman, 1895) and new building designed by Benthem Crouwel Architects. Photo John Lewis Marshall._original
Museu Stedelijk, de arte moderna e contemporânea, em Amsterdam. Foto: John Lewis Marshall/Stedelijk Museum

Não deu para visitar nessa viagem, mas com absoluta é motivo para voltar para Amsterdam, ir também ao museu Stedelijk! Esse museu nacional de arte moderna e contemporânea, tem coleções maravilhosas, incluindo nomes como Mondriaan, Matisse, Chagall, Kandinsky, Cézanne e Roy Lichtenstein. É realmente imperdível para quem gosta de arte moderna e contemporânea! Fica na Museumplein, junto com o Rijksmuseu e o Museu Van Gogh.

Eles possuem tours pagos, mas todo domingo realizam visitas guiadas de graça em inglês (14h15) e alemão (15h45), com duração de 1h. Pode ser uma boa oportunidade para ver os destaques do museu para quem está com pouco tempo. Há também áudio guides disponíveis em holandês, inglês, alemão e francês.

O Stedelijk possui uma nova área remodelada maravilhosa (e um tanto discutível, já que para quem olha de fora lembra muito uma banheira 😀 ), que se integra ao edifício mais antigo, então quem gosta de arquitetura também vai se impressionar! Quem possui o cartão I Amsterdam card tem também entrada gratuita no museu. Quem não possui, pode comprar o ingresso para o Stedelijk com antecedência para evitar filas. + info: http://www.stedelijk.nl/en

Amsterdam possui ainda outros museus e atrações culturais incríveis como a Casa de Anne Frank (que já fizemos um post especial), bem como a Heineken Experience (que também já ganhou post exclusivo aqui no blog) e o NEMO (de ciência, ótimo especialmente para ir com crianças). O roteiro completo de o que fazer em Amsterdam, dia a dia, com todas as atrações, incluindo esses museus maravilhosos, vamos publicar em breve aqui no Vambora!

*** Veja mais dicas de AMSTERDAM no blog:
Canais de Amsterdam: Conhecendo a cidade num passeio de barco
Ingressos para museus e passeios em Amsterdam rel=”nofollow”
TODAS as dicas de AMSTERDAM no Vambora!

Planeje aqui a sua viagem!

SEGURO DE VIAGEM: Seguro viagem com desconto para leitores do blog! Faça sua cotação na Seguros Promo para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto! Veja mais aqui.
HOTEL: Encontre promoções e reserve seu hotel pelo nosso parceiro Booking.
ALUGUEL DE CARRO: Compare preços nas melhores locadoras e reserve o carro na RentCars. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você ainda vai poder dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.
CHIP DE CELULAR: Chip internacional pré pago para usar em 140 países com frete grátis para leitores do blog da EasySim. Veja mais.
PASSAGEM AÉREA: Promoções de passagens e compare os melhores preços na ViajaNet.
CÂMBIO: Moeda estrangeira com desconto especial para leitores do blog na Cotação. Veja mais.
INGRESSOS E ATRAÇÕES: Evite filas e já saia do Brasil com ingressos de museus, passeios e atrações pela Ticketbar. Veja mais.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, coloque seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui